ITUB4 R$ 24,34 -2,33% EURO R$ 6,51 +0,16% MGLU3 R$ 13,73 -3,50% DÓLAR R$ 5,60 +0,17% BBDC4 R$ 20,98 -2,31% IBOVESPA 110.672,76 pts -3,28% GGBR4 R$ 27,83 -1,10% PETR4 R$ 28,01 -4,31% ABEV3 R$ 15,14 -3,14% VALE3 R$ 79,00 -0,93%
ITUB4 R$ 24,34 -2,33% EURO R$ 6,51 +0,16% MGLU3 R$ 13,73 -3,50% DÓLAR R$ 5,60 +0,17% BBDC4 R$ 20,98 -2,31% IBOVESPA 110.672,76 pts -3,28% GGBR4 R$ 27,83 -1,10% PETR4 R$ 28,01 -4,31% ABEV3 R$ 15,14 -3,14% VALE3 R$ 79,00 -0,93%
Delay: 15 min
Áudios

A falência de uma empresa de Eike Batista

O Minuto E-Investidor está no YouTube e também na Rádio Eldorado FM 107,3

A Primeira Vara Empresarial da Comarca de Belo Horizonte decretou a falência da MMX Sudeste, uma subsidiária da MMX Mineração e Metálicos, que pertence a Eike Batista.

A MMX Sudeste é o principal ativo do grupo e a grande aposta de Eike para voltar ao cenário empresarial.

Esse negócio é parte tão importante da MMX que esse risco judicial constava no contrato com o China Development Integration Limited (CDILL), um grupo chinês que se comprometeu a aportar cerca de R$ 50 milhões na mineradora.

A entrada desse grande investidor foi um dos motivos para encher de esperança os especuladores da ação MMXM3.

Como o ativo da subsidiária era o mais importante de todo o negócio, a falência pode trazer consequências, também, para a recuperação judicial do grupo MMX.

Isso significa que o investidor que tiver o papel MMXM3 na carteira precisa ficar ligado.

Se a Justiça decretar a falência do grupo, a ação vira pó. E não tem mais o que fazer.

A MMX, porém, afirma que vai tentar reverter a decisão.

Eu sou o Márcio Kroehn, editor-chefe do portal einvestidor.estadao.com.br, e esse foi o Minuto E-Investidor de hoje

Até o próximo.

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos