DÓLAR R$ 5,06 -1,37% BBDC4 R$ 19,00 +0,90% EURO R$ 5,21 -0,39% MGLU3 R$ 3,20 +3,90% ITUB4 R$ 26,29 +1,51% GGBR4 R$ 25,32 +0,28% PETR4 R$ 37,20 -0,08% ABEV3 R$ 14,80 +0,41% IBOVESPA 110.081,23 pts +1,32% VALE3 R$ 69,97 -0,04%
DÓLAR R$ 5,06 -1,37% BBDC4 R$ 19,00 +0,90% EURO R$ 5,21 -0,39% MGLU3 R$ 3,20 +3,90% ITUB4 R$ 26,29 +1,51% GGBR4 R$ 25,32 +0,28% PETR4 R$ 37,20 -0,08% ABEV3 R$ 14,80 +0,41% IBOVESPA 110.081,23 pts +1,32% VALE3 R$ 69,97 -0,04%
Delay: 15 min
Áudio

Ibovespa continua em queda

O Minuto E-Investidor está no YouTube e também na Rádio Eldorado FM 107,3

A bolsa de valores brasileira está deixando os investidores de cabelo em pé nos últimos dias. Na semana passada, o índice oscilou e registrou quedas consecutivas. Na sexta-feira, dia 20, a bolsa fechou o pregão em alta, mas acumula baixa de 2,58% entre 16 e 20 de agosto na casa dos 118 mil pontos.

Existem alguns motivos que explicam o desempenho modesto. Os ruídos fiscais com o teto dos gastos, as incertezas com o avanço de agenda de reformas e a crise política entre os poderes têm influenciado os resultados.

De acordo com os analistas, o investidor que busca maior segurança pode encontrar retornos atrativos na renda fixa nesse momento. Os ativos mais indicados são os títulos pós-fixados e os atrelados à inflação

Entre os destaques negativos, estão as empresas ligadas às commodities.

Esse foi mais um boletim. Eu sou Valéria Bretas, editora-chefe do Estadão Investidor. Até a próxima!

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Abra sua conta na Ágora Investimentos