MGLU3 R$ 63,90 +0,31% BBDC4 R$ 19,85 +4,75% ABEV3 R$ 12,62 +0,16% DÓLAR R$ 5,39 +0,93% IBOVESPA 88.620,10 pts +1,39% ITUB4 R$ 23,71 +0,21% GGBR4 R$ 13,57 +0,37% PETR4 R$ 20,36 +0,15% VALE3 R$ 53,38 -0,07%
MGLU3 R$ 63,90 +0,31% BBDC4 R$ 19,85 +4,75% ABEV3 R$ 12,62 +0,16% DÓLAR R$ 5,39 +0,93% IBOVESPA 88.620,10 pts +1,39% ITUB4 R$ 23,71 +0,21% GGBR4 R$ 13,57 +0,37% PETR4 R$ 20,36 +0,15% VALE3 R$ 53,38 -0,07%
Delay: 15 min
Educação Financeira

Follow On: o que é e como funciona

O processo emite novos papéis na bolsa de valores

Foto: Daniel Teixeira/Estadão
  • Follow On segue as mesmas regras de um IPO
  • Emissão dos papéis podem ser primárias ou secundárias e públicas ou privadas
O que este conteúdo fez por você?
Me ajudou a ganhar dinheiro Me ajudou a economizar Me ensinou algo que eu não sabia Me livrou de uma roubada

O Follow On é o nome dado ao processo onde empresa que já realizou a abertura de seu capital faz uma nova emissão de seus papéis na bolsa de valores. Ou seja, a primeira oferta pública de ações é denominada de IPO e as demais de Follow On. Em português, o processo é conhecido como ofertas subsequentes.

Assim, como os processos são os mesmos de um IPO, as regras também são iguais e a distribuição das ações podem ser no mercado primário ou secundário. Apesar disso, existe uma a diferença de que oferta pode ser pública ou privada.

Primárias x Secundárias

Na primária, a própria companhia é a vendedora das ações e realiza a venda de novos papéis ao público, aumentando assim sua base acionária e seu patrimônio. Desta forma, todo o dinheiro captado fica na organização e ela pode usá-lo da forma que achar melhor.

Já no caso da secundária, são colocados a venda papéis já existentes por um grupo de acionistas que desejam diminuir sua participação na companhia. Com isso, quando a compra é finalizada os recursos obtidos vão para eles e não para o caixa da empresa.

Oferta pública x privada

No caso da oferta pública de ações, os papéis são destinados ao público em geral e a empresa precisa cumprir uma série de regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da bolsa brasileira.

Já no caso da privada, apenas grandes investidores poderão participar da aquisição dos novos papéis e as exigências da CVM são dispensadas.

Neste caso, as ações podem ser oferecidas para, no máximo, 75 investidores profissionais e adquiridas por, no máximo, 50 deles, sem limite de número em caso de investidores estrangeiros.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos
MGLU3 R$ 63,90 +0,31% BBDC4 R$ 19,85 +4,75% ABEV3 R$ 12,62 +0,16% DÓLAR R$ 5,39 +0,93% IBOVESPA 88.620,10 pts +1,39% ITUB4 R$ 23,71 +0,21% GGBR4 R$ 13,57 +0,37% PETR4 R$ 20,36 +0,15% VALE3 R$ 53,38 -0,07%
MGLU3 R$ 63,90 +0,31% BBDC4 R$ 19,85 +4,75% ABEV3 R$ 12,62 +0,16% DÓLAR R$ 5,39 +0,93% IBOVESPA 88.620,10 pts +1,39% ITUB4 R$ 23,71 +0,21% GGBR4 R$ 13,57 +0,37% PETR4 R$ 20,36 +0,15% VALE3 R$ 53,38 -0,07%
Delay: 15 min

Informe seu e-mail