EURO R$ 6,20 -1,75% MGLU3 R$ 6,32 +7,30% BBDC4 R$ 21,13 -1,12% ABEV3 R$ 14,52 -0,41% DÓLAR R$ 5,46 -1,97% IBOVESPA 108.190,90 pts +1,43% PETR4 R$ 31,51 -0,41% ITUB4 R$ 23,45 -0,80% VALE3 R$ 88,59 +2,64% GGBR4 R$ 29,13 +1,85%
EURO R$ 6,20 -1,75% MGLU3 R$ 6,32 +7,30% BBDC4 R$ 21,13 -1,12% ABEV3 R$ 14,52 -0,41% DÓLAR R$ 5,46 -1,97% IBOVESPA 108.190,90 pts +1,43% PETR4 R$ 31,51 -0,41% ITUB4 R$ 23,45 -0,80% VALE3 R$ 88,59 +2,64% GGBR4 R$ 29,13 +1,85%
Delay: 15 min
Mercado

Abertura de Mercado: Investidor monitora reforma tributária e IPCA-15

Tela com as cotações de ativos na bolsa de valores
Tela com as cotações de ativos na bolsa de valores (Foto: Evanto Elements)
  • No exterior, as bolsas asiáticas encerraram majoritariamente em queda nesta madrugada. Por lá os investidores aguardam a decisão de política monetária chinesa nesta madrugada. As bolsas europeias e futuros das bolsas de NY operam no campo negativo, enquanto os juros das treasuries caem e o dólar sobe
  • No Brasil, o exterior negativo deve pesar nos ativos locais em semana que começa com agenda local menos intensa. Os investidores continuam atentos às negociações entre representantes do setor produtivo e o governo em torno da reforma tributária

No exterior, as bolsas asiáticas encerraram majoritariamente em queda nesta madrugada. Por lá os investidores aguardam a decisão de política monetária chinesa nesta madrugada.

As bolsas europeias e futuros das bolsas de NY operam no campo negativo, enquanto os juros das treasuries caem e o dólar sobe.

O motivo desta aversão ao risco neste início de semana é a preocupação com a piora da pandemia do Coronavírus em diversas partes do mundo devido ao avanço da variante Delta, que é altamente contagiosa, dificultando a recuperação econômica global.

Na sexta-feira, a cautela já havia atingido os mercados no exterior, após uma queda inesperada do sentimento do consumidor americano, que ocorreu devido à alta recente da inflação.

No mercado de commodities, o petróleo recua mais de 1% em Londres e em NY nesta segunda-feira, depois de ter operado em baixa também na noite de domingo. Ontem, a OPEP+ chegou a um acordo para continuar com o aumento gradual da produção da commodity, em meio à retomada da demanda global e alta nos preços.

No Brasil, o exterior negativo deve pesar nos ativos locais em semana que começa com agenda local menos intensa. Os investidores continuam atentos às negociações entre representantes do setor produtivo e o governo em torno da reforma tributária.

Além disso, Soma e Multilaser e as operadores regionais de telecomunicações Desktop e Unifique, entre outros realizam oferta de ações nesta semana, que pode girar R$ 8 bilhões. Estas operações podem atrair investidores estrangeiros, impactando o dólar.

No mercado de juros, os investidores vão acompanhar na semana a divulgação do IPCA-15 de julho.

Agenda econômica 19/07

Brasil: O IPCA-15 de julho será divulgado na sexta-feira. Há expectativa sem data definida pela divulgação dos dados de arrecadação. Hoje, após o fechamento do mercado, é aguardado o relatório de produção da Vale.

Europa: A decisão de política monetária do BCE será divulgada na quinta-feira e a presidente Christine Lagarde vai falar em coletiva de imprensa. Os PMIs composto da Zona do Euro e Alemanha serão divulgados na sexta-feira.

EUA: Netflix, Twitter, Johnson & Johnson, Intel e IBM informam seus resultados do 2T21.

China: O BC deve reportar sua decisão de juros nesta madrugada.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos