EURO R$ 6,40 +0,24% MGLU3 R$ 7,05 +4,29% BBDC4 R$ 20,76 -0,29% ITUB4 R$ 22,98 -0,35% DÓLAR R$ 5,66 +0,06% IBOVESPA 105.069,69 pts +0,58% ABEV3 R$ 16,00 -0,06% PETR4 R$ 28,76 +1,41% GGBR4 R$ 27,85 +0,69% VALE3 R$ 71,87 -2,20%
EURO R$ 6,40 +0,24% MGLU3 R$ 7,05 +4,29% BBDC4 R$ 20,76 -0,29% ITUB4 R$ 22,98 -0,35% DÓLAR R$ 5,66 +0,06% IBOVESPA 105.069,69 pts +0,58% ABEV3 R$ 16,00 -0,06% PETR4 R$ 28,76 +1,41% GGBR4 R$ 27,85 +0,69% VALE3 R$ 71,87 -2,20%
Delay: 15 min
Mercado

Após queda de 8,6%, ação da Méliuz (CASH3) engata movimento de alta

A empresa foi a small cap com maior queda acumulada de agosto, com 40,11%

Evento de abertura de capital da Méliuz. (FOTO: Divulgação B3)
  • Há cinco dias em movimento de baixa na B3, as ações da Méliuz (CASH3) iniciaram o pregão desta quarta-feira (29) com alta superior a 4%, cotadas a R$ 6,42
  • No fechamento anterior, o papel fechou em queda de 8,65%, aos R$ 6,02

Há cinco dias em movimento de baixa na B3, as ações da Méliuz (CASH3) iniciaram o pregão desta quarta-feira (29) com alta superior a 4%, cotadas a R$ 6,42. No fechamento anterior, o papel fechou em queda de 8,65%, aos R$ 6,02.

O último pregão com fechamento no campo positivo foi em 21 de setembro, quando a ação saltou 13,60%.

A empresa de cashback fez o seu IPO em novembro do ano passado e foi cotada como um dos papéis favoritos dos investidores por acumular alta acima de 630% desde o início da listagem até julho deste ano.

Apesar da performance positiva, a companhia apresenta um desempenho menos favorável nos últimos meses. Ela foi a small cap com maior queda em agosto, com baixa de 40,11%. Em setembro, segue em desvalorização acumulada de 7,67%. O movimento de baixa é reflexo do cenário de aversão ao risco em ativos da Bolsa.

A recomendação é manter a atenção no papel para avaliar o desempenho ao longo do dia.

 

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos