MGLU3 R$ 7,22 +6,96% EURO R$ 6,03 -1,34% DÓLAR R$ 5,41 -0,43% PETR4 R$ 33,88 +0,03% ABEV3 R$ 15,40 +2,67% ITUB4 R$ 24,49 +0,49% GGBR4 R$ 27,96 +0,29% IBOVESPA 112.611,65 pts +1,19% BBDC4 R$ 22,28 +0,50% VALE3 R$ 84,49 +0,23%
MGLU3 R$ 7,22 +6,96% EURO R$ 6,03 -1,34% DÓLAR R$ 5,41 -0,43% PETR4 R$ 33,88 +0,03% ABEV3 R$ 15,40 +2,67% ITUB4 R$ 24,49 +0,49% GGBR4 R$ 27,96 +0,29% IBOVESPA 112.611,65 pts +1,19% BBDC4 R$ 22,28 +0,50% VALE3 R$ 84,49 +0,23%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa hoje: Minerva (BEEF3), Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3) são os destaques positivos do dia

Índice caiu 2,09% nesta sexta-feira (29), aos 103.500,71 pontos

A Minerva Foods (BEEF3) é uma empresa frigorífica exportadora brasileira com atuação na América do Sul e Ásia. Foto: Banco de imagem da Minerva Foods
  • O Ibovespa caiu 2,09% nesta sexta-feira (29), aos 103.500,71 pontos e volume negociado de R$ 33,02 bilhões
  • Os três papéis que mais valorizaram no dia foram Minerva (BEEF3), Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3)

O Ibovespa caiu 2,09% nesta sexta-feira (29), aos 103.500,71 pontos e volume negociado de R$ 33,02 bilhões. Segundo Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora, o peso de Petrobras e Vale na composição do Ibovespa explica por completo a queda do mercado neste último pregão do mês, que só não foi maior em vista do alívio da curva de juros e da recuperação das empresas ligadas ao setor doméstico, como o caso dos shoppings.

“Do lado da mineradora, a queda de 5% do minério de ferro com preocupações de novas investidas do governo chinês para frear produção de aço, justifica o resultado. Do lado da estatal, o resultado do 3T21 foi ofuscado pela fala de Bolsonaro sobre a empresa ‘lucrar demais’, o que acabou gerando medo por intervenções na empresa”, diz Ribeiro.

Em Nova York, o S&P 500 e o Dow Jones fecharam em alta de 0,19% e 0,25%, respectivamente. O Nasdaq também terminou o dia com valorização de 0,33%.

Os três papéis que mais valorizaram hoje foram Minerva (BEEF3), Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Minerva (BEEF3) +7,48%, R$ 9,77

Destaques positivos, os frigoríficos subiram em bloco e lideraram as altas do índice, em meio a um misto de notícias positivas para o setor. O head de agro da Criteria Investimentos, Rodrigo Brolo, lista o balanço forte da Marfrig no terceiro trimestre com recorde nos resultados nos Estados Unidos. O papel do BEEF3 subiu 7,48%, para R$ 9,77.

No mês, os papéis registram desvalorização de 6,79%. No ano, acumulam avanço de 2,63%.

Marfrig (MRFG3): +5,17%, R$ 26,46

Já as ações da Marfrig, assim como as demais do setor de frigoríficos, foram impactadas pelo preço do boi gordo, que recuou R$ 70 por arroba no mercado interno. Brolo explica que o boi gordo é um custo para os frigoríficos, sua queda significa maiores margens para as companhias.

No mês, as ações registram alta de 3,43%. No ano, acumulam valorização de 97,03%.

JBS (JBSS3): +4,51%, R$ 39,17

Por fim, as ações da JBS foram beneficiadas pelo o resultado positivo da Pilgrim’s Pride, controlada pela JBS nos Estados Unidos, e a troca de dois conselheiros de administração da companhia brasileira, incluindo a saída de Wesley Batista Filho e entrada de dois membros conhecidos como “gabaritos” pelo mercado.

No mês, as ações registram alta de 5,26%. No ano, acumulam valorização de 75,92%.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos