EURO R$ 6,19 +0,98% MGLU3 R$ 6,93 +4,21% BBDC4 R$ 20,83 -1,19% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% IBOVESPA 108.941,68 pts -0,15% ABEV3 R$ 14,69 +1,38% PETR4 R$ 31,90 +0,57% ITUB4 R$ 23,25 -0,17% GGBR4 R$ 27,42 -4,23% VALE3 R$ 84,75 -2,26%
EURO R$ 6,19 +0,98% MGLU3 R$ 6,93 +4,21% BBDC4 R$ 20,83 -1,19% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% IBOVESPA 108.941,68 pts -0,15% ABEV3 R$ 14,69 +1,38% PETR4 R$ 31,90 +0,57% ITUB4 R$ 23,25 -0,17% GGBR4 R$ 27,42 -4,23% VALE3 R$ 84,75 -2,26%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa hoje: Vale (VALE3), Bradespar (BRAP4) e Usiminas (USIM5) são os destaques negativos

Índice subiu 0,06% nesta quarta-feira (3), aos 105.616,88 pontos

Fonte: Shutterstock/rafapress/Reprodução
  • O Ibovespa subiu 0,06% nesta quarta-feira (3), aos 105.616,88 pontos e volume negociado de R$ 38,74 bilhões
  • Os três papéis que mais desvalorizaram no dia foram Vale (VALE3), Bradespar (BRAP4) e Usiminas (USIM5)

O Ibovespa subiu 0,06% nesta quarta-feira (3), aos 105.616,88 pontos e com volume negociado de R$ 38,74 bilhões. A bolsa brasileira sofreu com bastante volatilidade,  até fechar a sessão com leve alta. Dois assuntos marcaram o pregão: a espera da votação da PEC dos precatórios e as definições do FED.

“O mercado viu a ata do Copom como mais dura do que o esperado. Tivemos o anúncio também da pequena retirada de estímulos do FED, o que fez o mercado gostar e diminuir a pressão nos DIs. O maior destaque não é nem a pequena alta da bolsa, mas a queda dos DIs em mais de 3%, mostrando diminuição da pressão de aumento da taxa de juros depois de 2023. É um movimento importante de queda de percepção dos investidores no dia de hoje”, diz Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial Investimentos.

Em Nova York, o S&P 500 e o Dow Jones fecharam em alta de 0,65% e 0,29%, respectivamente. O Nasdaq também terminou o dia com valorização de 1,04%.

Os três papéis que mais desvalorizaram hoje foram Vale (VALE3), Bradespar (BRAP4) e Usiminas (USIM5).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Vale (VALE3): -7,34%, R$ 67,01

As ações das mineradoras e siderúrgicas caíram em bloco no pregão de hoje, mesmo após o minério de ferro negociado em Qingdao, na China, interromper a sequência de quedas dos últimos dias e fechar com ganho de 4,52%, cotado a US$ 100,10.

Os preços dos contratos futuros da commodity têm caído pressionados pelo cenário chinês, com cortes de produção, problemas de energia, queda na demanda por aço e um excesso de oferta de minério de ferro.

No ano, as ações da companhia acumulam desvalorização de 10,19%. No mês, amargam queda de 6,62%.

Bradespar (BRAP4): -6,96%, R$ 46,52

Por ser uma das principais acionistas da Vale, a Bradespar também foi afetada pelo cenário chinês acerca do minério de ferro.

No ano, os papéis acumulam desvalorização de 11,32%. No mês, registram queda de 4,38%.

Usiminas (USIM5): -5,19%, R$ 12,42

Por fim, as ações da Usiminas também foram impactadas pela questão do cenário chinês.

No ano, os papéis da USIM5 registram desvalorização de 10,42%. No mês, amargam queda de 7,25%.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos