Publicidade

Mercado

BTG diz que ação da Vale (VALE3) está com um bom risco retorno e recomenda compra; entenda

Analistas do BTG calculam que a ação da Vale pode subir 39,4% e pagar 14,4% do seu valor atual em dividendos

BTG diz que ação da Vale (VALE3) está com um bom risco retorno e recomenda compra; entenda
(Foto: Fabio Motta/Estadão)

As ações da Vale (VALE3) estão com um bom risco retorno, com o preço atual do papel refletindo bem todos os riscos que ela possui, disseram os analistas do BTG Pactual em relatório enviado à imprensa nesta terça-feira (20). Na visão dos analistas, a Vale passou por uma série de dificuldade nos últimos meses.

O primeiro ponto é a questão do novo CEO. Os especialistas lembram do fato do presidente Lula ter tentado emplacar o nome de Guido Mantega na empresa, algo que trouxe muito risco e volatilidade para o papel, mas que já ficou para trás.

“No entanto, o que nos preocupa é que supostamente parece haver uma divisão relevante entre os membros do conselho da empresa sobre quem deve ser o próximo CEO da Vale. Para nós, isso sugere um cenário mais desafiador na companhia”, afirmam Leonardo Correa e Caio Greiner, que assinam o relatório.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Sobre os dividendos, os analistas comentam que a empresa deve ser mais prudente por conta da dívida de US$ 15 bilhões que ela possui. “Acreditamos que a Vale poderia limitar dividendos extraordinários no curto prazo, até que haja mais visibilidade sobre essas saídas. Portanto, juntamente com os resultados do quarto trimestre de 2023, esperamos que a Vale anuncie ‘apenas’ dividendos mínimos na faixa de US$ 2,7 bilhões, o que implica um rendimento decente de 4,6% no semestre”, comentam Correa e Greiner.

Já no segundo semestre de 2024, os especialistas acreditam que é possível que a Vale pague dividendos extraordinários de US$ 4 bilhões. “Isso acarretaria em um rendimento de 14,4% em dividendos em relação ao valor da ação para 2024, a métrica é conhecida como Dividend Yield (DY)”, argumentam os analistas.

Um outro fator comentado pelos analistas é o preço do minério de ferro. Na visão deles, ainda que existam problemas sérios com preocupações estruturais sobre a economia da China, os preços do minério de ferro permaneceram relativamente estáveis durante anos.

“Os preços do minério de ferro estão se mantendo em níveis saudáveis de US$ 130 por tonelada, e as indicações são de um forte início de ano em seu importante Sistema Norte (Carajás). Operacionalmente, estamos mais confiantes de que a empresa cumprirá suas metas de produção e custos para 2024”, explicam os analistas.

Por conta desse motivos, o BTG mantém sua recomendação de compra para a ação da Vale listada em Nova York, conhecida como American Depositary Receipt (ADR). Correa e Greiner calculam um preço-alvo de US$ 19, alta de 39,4% na comparação com o fechamento de segunda-feira (19).

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
>