DÓLAR R$ 5,28 -1,42% MGLU3 R$ 19,53 -1,86% EURO R$ 6,36 -1,06% ITUB4 R$ 27,19 -1,02% BBDC4 R$ 23,80 -0,17% ABEV3 R$ 16,07 +8,14% GGBR4 R$ 35,33 +2,55% IBOVESPA 119.219,49 pts -0,29% PETR4 R$ 23,61 -0,92% VALE3 R$ 113,79 +2,78%
DÓLAR R$ 5,28 -1,42% MGLU3 R$ 19,53 -1,86% EURO R$ 6,36 -1,06% ITUB4 R$ 27,19 -1,02% BBDC4 R$ 23,80 -0,17% ABEV3 R$ 16,07 +8,14% GGBR4 R$ 35,33 +2,55% IBOVESPA 119.219,49 pts -0,29% PETR4 R$ 23,61 -0,92% VALE3 R$ 113,79 +2,78%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Ibovespa recua com Wall Street; Itaú cai mais de 3%

Investidores monitoram a apresentação do relatório da reforma tributária

Uma mulher olha o painel eletrônico com cotações da bolsa de valores
(Foto: Amanda Perobelli/Reuters)

(Reuters) – O Ibovespa recuava nesta terça-feira (4) alinhado ao sinal negativo em Wall Street, com Itaú Unibanco revertendo os ganhos da abertura e figurando entre as maiores perdas mesmo após resultado acima do esperado nos primeiros três meses do ano.

Às 10:58, o Ibovespa caía 0,7%, a 118.375,08 pontos. O volume financeiro somava 6 bilhões de reais.

Investidores também monitoram a apresentação do relatório da reforma tributária, que deve ser lido nesta sessão em reunião da comissão mista do Congresso que discute o tema.

No exterior, Wall Street abriu em baixa, com os agentes financeiros dando continuidade ao movimento de saída de ações megacaps de crescimento e optando por empresas que devem se beneficiar da reabertura das economias.

“O Ibovespa segue indefinido no curto prazo e testou seu suporte em 118.900 pontos. Se passar deste, poderá chegar até seu próximo suporte em 117.400 pontos”, afirma análise técnica da equipe da Safra Corretora.

“Do lado da alta, encontra uma região de resistências entre 121.400 e 121.500 pontos. Acima desta última, poderá chegar em sua próxima resistência em 122.000 pontos.”

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos