EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min

BCE: Nem todos os países da zona do euro têm mesmo espaço fiscal que a Alemanha

  • (Estadão Conteúdo) - Vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos considerou hoje "correta" a resposta fiscal da Alemanha na crise causada pela pandemia da covid-19. Segundo ele, o país tem espaço fiscal para agir nesse momento, mas a autoridade também lembrou que outras nações da zona do euro não possuem essa margem de manobra. Nesse quadro, Guindos defendeu o pacote de 540 bilhões de euros dos países da zona do euro.

  • Além do próprio montante, o vice do BCE considerou o pacote importante por sinalizar uma atuação conjunta para enfrentar esse quadro. Além disso, ele comentou que o BCE está "totalmente aberto a recalibrar seus programas", se necessário.

  • Guindos falou em evento virtual "Perspectivas sobre a pandemia", da Associação Nacional de Economia Empresarial (NABE, na sigla em inglês). Ainda segundo ele, no curto prazo a preocupação principal na zona do euro é o risco de deflação.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos
EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos