EURO R$ 6,19 +0,93% MGLU3 R$ 6,89 +3,61% BBDC4 R$ 20,96 -0,57% DÓLAR R$ 5,46 +0,65% IBOVESPA 109.043,11 pts -0,05% PETR4 R$ 31,62 -0,32% ABEV3 R$ 14,75 +1,79% GGBR4 R$ 27,68 -3,32% ITUB4 R$ 23,27 -0,09% VALE3 R$ 85,14 -1,81%
EURO R$ 6,19 +0,93% MGLU3 R$ 6,89 +3,61% BBDC4 R$ 20,96 -0,57% DÓLAR R$ 5,46 +0,65% IBOVESPA 109.043,11 pts -0,05% PETR4 R$ 31,62 -0,32% ABEV3 R$ 14,75 +1,79% GGBR4 R$ 27,68 -3,32% ITUB4 R$ 23,27 -0,09% VALE3 R$ 85,14 -1,81%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Bolsas de NY também fecham em forte queda com novas incertezas

  • (Estadão Conteúdo) - As bolsas de Nova York tiveram hoje o pior pregão em quase três meses, em meio a preocupações de que uma nova onda de coronavírus possa atrasar a já incerta recuperação da economia.

  • O índice Dow Jones encerrou em queda de 6,90%, a 25.128,17 pontos, o maior recuo percentual desde 16 de março. O S&P 500 cedeu 5,89%, a 3.002,10 pontos, enquanto o Nasdaq perdeu 5,27%, a 9.492,73 pontos.

  • As perdas foram generalizadas, mas a ação da Boeing apareceu como destaque negativo, com tombo de 16,42%. Os bancos também registraram baixas consideráveis, com o Bank of America recuando 10,04%, o Citigroup caindo 13,37% e o Goldman Sachs desabando 9,08%.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos