EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min

CMN amplia em R$ 4 bi limite para contratação de crédito sem garantia da União

  • (Estadão Conteúdo) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou resolução que amplia em R$ 4 bilhões o limite para contratação de operações de crédito sem garantia da União por instituições financeiras com órgãos e entes do setor público em 2020. A resolução foi aprovada em reunião extraordinária do CMN, realizada nesta segunda-feira.

  • Em nota, o Ministério da Economia afirma que os novos limites entram em vigor a partir de hoje e elevam o limite de contratação de operações de crédito sem garantia da União de até R$ 3,5 bilhões para até R$ 7,5 bilhões neste ano. O limite para contratação de operações com garantia da União permanece em R$ 4,5 bilhões e o limite para contratação pelos órgãos da União também permanece em R$ 400 milhões.

  • Com essa elevação do limite para financiamentos sem garantia da União, o limite global estabelecido para 2020 passa de até R$ 8,4 bilhões para até R$ 12,4 bilhões.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos
EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 -0,04% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos