EURO R$ 6,23 +0,02% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
EURO R$ 6,23 +0,02% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Moedas Globais: dólar sobe ante rivais, com busca por segurança e casos de covid-19

(Estadão Conteúdo) – O dólar se valorizou em relação às principais moedas no pregão desta terça-feira. De um lado, a busca por segurança desencadeada ontem no mercado ainda não se dissipou, apesar dos ganhos nas bolsas de Nova York. Por outro, o aumento dos novos casos de covid-19 na Europa e novas restrições no Reino Unido enfraqueceram o euro e a libra.

No fim da tarde em Nova York, o dólar subia a 104,98 ienes, o euro recuava a US$ 1,1712 e a libra tinha baixa a US$ 1,2741. O índice DXY, que mede o dólar ante outras seis divisas principais, subiu 0,35%, a 93,988 pontos.

“A recuperação do dólar em setembro ganhou força depois que as ações globais em queda desencadearam uma corrida para ativos mais seguros”, comenta o analista de mercado sênior Joe Manimbo, do Western Union. Após a liquidação de ontem, o mercado acionário americano conseguiu se sustentar em alta hoje, mas a cautela prevalece. “A preocupação está crescendo em meio ao aumento de casos de covid-19 em todo o mundo”, acrescenta Manimbo.

Em relação a divisas de países emergentes e ligados a commodities, o dólar ficou sem direção única. No final da tarde em Nova York, a moeda dos EUA caía a 16,8029 rands sul-africanos, mas subia a 21,7142 pesos mexicanos e a 75,6015 pesos argentinos.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos