DÓLAR R$ 5,09 -0,05% BBDC4 R$ 19,13 +1,49% EURO R$ 5,25 -0,02% ITUB4 R$ 26,38 +1,43% MGLU3 R$ 3,29 +6,82% PETR4 R$ 37,11 -0,35% ABEV3 R$ 15,16 +2,71% GGBR4 R$ 25,38 +0,63% IBOVESPA 110.235,76 pts +1,46% VALE3 R$ 70,05 -0,13%
DÓLAR R$ 5,09 -0,05% BBDC4 R$ 19,13 +1,49% EURO R$ 5,25 -0,02% ITUB4 R$ 26,38 +1,43% MGLU3 R$ 3,29 +6,82% PETR4 R$ 37,11 -0,35% ABEV3 R$ 15,16 +2,71% GGBR4 R$ 25,38 +0,63% IBOVESPA 110.235,76 pts +1,46% VALE3 R$ 70,05 -0,13%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Após série de baixas, dólar volta a subir com exterior e ruídos domésticos

Após série de baixas, dólar volta a subir com exterior e ruídos domésticos
Dólar (Foto: Pixabay)
  • O dólar à vista subiu 0,12% nesta sexta, a 5,0845 reais, após variar entre 5,1185 reais (+0,79%) e 5,0739 reais (-0,08%)

(Reuters) – O dólar fechou com alta discreta nesta sexta-feira, ao fim de um dia de bastante oscilação, com investidores evitando vender a moeda numa sessão de menor apetite por risco no exterior e de maiores tensões políticas no Brasil. O dólar à vista subiu 0,12% nesta sexta, a 5,0845 reais, após variar entre 5,1185 reais (+0,79%) e 5,0739 reais (-0,08%).

O dia foi marcado por força da moeda norte-americana no exterior, em sessão mais fraca para ativos de risco, como moedas emergentes e ações. O índice do dólar subia 0,2% no fim da tarde, afastando-se de mínimas em dois anos e meio atingidas na véspera. Em Wall Street, o S&P 500 perdia 0,8%. Os mercados mostram ceticismo sobre negociações acerca de mais estímulos nos EUA, num momento em que o país bate recordes diários de novos casos de Covid-19.

No Brasil, ruídos entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o presidente Jair Bolsonaro voltaram a atrair atenção de investidores. Maia chamou Bolsonaro de mentiroso e o acusou de fazer articulação para desmoralizar seus adversários, depois de, na véspera, o chefe do Executivo dizer que deveriam cobrar o fim do 13º salário do programa Bolsa Família do presidente da Câmara. O receio dos agentes financeiros é que tensões com o Legislativo possam atrapalhar o andamento da agenda de reformas.

 

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos