Publicidade

Tempo Real

Bolsas NY fecham em alta impulsionada por indicadores e Nvidia (NVDC34)

O movimento desta sexta-feira (24) ajudou o Nasdaq a renovar sua máxima histórica

Bolsas NY fecham em alta impulsionada por indicadores e Nvidia (NVDC34)
Estados Unidos (Foto: Adobe Stock)

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta sexta-feira (24), impulsionadas pela divulgação de indicadores da Universidade de Michigan. Além disso, a Nvidia (NVDC34) voltou a subir, ainda seguindo a publicação de seu balanço, em um contexto no qual a atenção à inteligência artificial é dominante entre as empresas listadas em Nova York. O movimento ajudou o Nasdaq a renovar sua máxima histórica de fechamento.

No fechamento, o índice Dow Jones avançou 0,01%, aos 39.069,59 pontos; o S&P 500 subiu 0,70%, aos 5.304,72 pontos; e o Nasdaq teve alta de 1,10%, aos 16.920,79 pontos. Na semana, a primeira recuou 2,33%, enquanto as outras avançaram 0,03% e 1,41%, respectivamente.

O índice de sentimento do consumidor nos Estados Unidos, elaborado pela Universidade de Michigan, recuou de 77,2 em abril a 69,1 na leitura final de maio, informou a própria instituição nesta sexta-feira. O resultado foi maior que o dado preliminar e que a previsão de analistas ouvidos pela FactSet, de 67,4. As expectativas para a inflação em 12 meses subiram de 3,2% em abril a 3,3% em maio – menos do que a leitura preliminar indicava, de alta a 3,5%. Já para o intervalo de cinco anos, as expectativas de inflação se mantiveram em 3,0% em maio, como esperado e como preliminarmente informado.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Para o Barclays, na semana a recuperação das ações dos EUA sofreu uma ligeira pausa, uma vez que o caminho dos cortes nas taxas está em jogo. Para esse efeito, a combinação de um discurso mais agressivo do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) com a continuação de dados econômicos robustos atenuou as esperanças dos investidores de um corte nas taxas a curto prazo, afastando o risco do sentimento no mercado.

Hoje, a ferramenta do CME Group passou a indicar como mais provável o início da flexibilização apenas na reunião de novembro, embora as apostas para setembro permaneçam divididas. A chance de redução em setembro – que até ontem era majoritária – estava em 49,4%.

A Nvidia teve suas ações subindo 2,57%, passando a valer mais que Amazon e Tesla somadas. IA foi o grande destaque da última temporada de balanços. A FactSet procurou o termo “IA” nas transcrições das teleconferências de todas as empresas do S&P 500 que divulgaram resultados de 15 de março a 23 de maio. Destas empresas, 199 citaram o termo “IA”, número está bem acima da média. O recorde anterior era de 182, ocorrido no segundo trimestre de 2023.

Web Stories

Ver tudo
<
>