Últimas notícias

Credit Suisse detalha plano de levantar US$ 4 bi para reestruturação

O banco, com sede em Zurique, também emitirá 889 milhões de novas ações para os acionistas existentes

Credit Suisse detalha plano de levantar US$ 4 bi para reestruturação
Fachada de um prédio do Credit Suisse, em Winterthur, na Suíça (Foto: Reuters/Arnd Wiegmann)

O Credit Suisse divulgou nesta segunda-feira (31) os detalhes de seu plano para aumentar capital em US$ 4 bilhões, com o objetivo de obter fundos para pagar por uma dolorosa reestruturação envolvendo milhares de cortes de empregos e um enxugamento de seu banco de investimento.

O banco suíço disse que novos investidores qualificados se comprometeram a comprar cerca de 462 milhões de ações a 3,82 francos suíços (US$ 3,84) cada, ou cerca de 94% do preço médio ponderado das ações em 27 e 28 de outubro, o que arrecadará 1,76 bilhão de francos suíços. A operação inclui cerca de 307 milhões de novas ações emitidas para o Saudi National Bank, que terá uma participação de 9,9% no Credit Suisse após o aumento de capital.

O banco, com sede em Zurique, também emitirá 889 milhões de novas ações para os acionistas existentes, que podem comprar duas novas ações para cada sete ações detidas ao preço de 2,52 francos suíços por papel. Isso levantará mais US$ 4,02 bilhões, diz a instituição.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Levantar tal capital exigirá a aprovação dos investidores em assembleia geral extraordinária em 23 de novembro. Se os acionistas não aprovarem o aumento da forma como está proposto, o Credit Suisse afirmou que emitirá 1,77 bilhão de ações ao preço de 2,27 francos suíços por ação, que também somaria 4 bilhões de francos suíços.

*Fonte: Dow Jones Newswire