Tempo Real

Metais: cobre fecha em baixa, pressionado por enfraquecimento na China

Na Comex, o cobre com entrega prevista para dezembro recuou 1,57%, a US$ 3,3620 por libra-peso

Metais: cobre fecha em baixa, pressionado por enfraquecimento na China
Foto: Envato Elements

O cobre fechou em baixa nesta terça-feira (18), ainda pressionado pela perspectiva de enfraquecimento da economia da China. Com isso, a demanda do principal importador mundial de metais básicos deve seguir contida no futuro próximo.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o cobre com entrega prevista para dezembro recuou 1,57%, a US$ 3,3620 por libra-peso. Na London Metal Exchange (LME), por volta de 14h30 (de Brasília), a tonelada do metal para três meses baixava 1,10%, a US$ 7.449,00.

Sinais sobre os próximos passos da política econômica da China não tem animado o mercado de metais, destaca o Commerzbank. O banco alemão avalia que as discussões no 20° Congresso do Partido Comunista, até agora, enfatizaram a continuação da estratégia de covid-zero e “reticências sobre estímulos” muito amplos do governo.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

“O pessimismo deve continuar, por ora, com os preços tendendo a ficar sob pressão”, conclui a instituição, em relatório.

De visão similar, o TD Securities lembra que a crise imobiliária no gigante asiático ainda precisa “mostrar sinais de que atingiu a pior fase, o que cria um grande desafio” a investidores que apostam na força dos metais.

Entre outras commodities metálicas negociadas na LME sob mesmo vencimento, no horário citado, a tonelada do alumínio tinha queda de 2,63%, a US$ 2.185,00; a do chumbo baixava 1,20%, a US$ 2.015,50; a do níquel subia 1,28%, a US$ 21.840,00; a do estanho caía 0,99%, a US$ 19.550,00; e a do zinco ganhava 0,33%, a US$ 2.872,00.