Últimas notícias

Novas regras de ESG na Europa devem atingir gerentes de fundos

  • Gerentes de fundos que investem em linha com considerações ambientais, sociais ou de governança, conhecida como ESG, terão de seguir no bloco um plano tangível e mensurável de como fazer isso

(Estadão Conteúdo) – A União Europeia estabeleceu regras que entram em vigor nesta quarta-feira, a fim de regular pela primeira vez o setor em rápido crescimento da sustentabilidade no setor financeiro. Gerentes de fundos que investem em linha com considerações ambientais, sociais ou de governança, conhecida como ESG, terão de seguir no bloco um plano tangível e mensurável de como fazer isso.

As mudanças se aplicam a todos os gerentes de ativos que levantam dinheiro na UE, estejam ou não sediados dentro das fronteiras do bloco, a partir desta quarta-feira (10h). As regras são conhecidas como Regulação de Divulgação de Finanças Sustentáveis (SFDR, na sigla em inglês), voltadas para enfrentar uma preocupação de longo prazo para o setor: a falta de supervisão na ESG. Não há uma definição concreta do que constituiria um investimento sustentável nem um regulador para garanti-la. Gerentes de fundos e ratings de ESG têm sido livres para estabelecer suas próprias definições, o que gera preocupações sobre exageros, uma prática conhecida pela expressão em inglês “greenwashing”.

Os investimentos sustentáveis têm atraído grandes volumes de capital, conforme o setor de serviços financeiros passa por maior escrutínio por seu papel na poluição e nas mudanças climáticas. Investidores direcionaram US$ 152 bilhões em investimentos marcados como ESG no quarto trimestre de 2020, alta de 88% ante o trimestre anterior, segundo dados da Morningstar.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos