Tempo Real

PIB maior é por força do mercado de trabalho, serviços e investimentos

A estimativa para a expansão da atividade em 2022 passou de 2,00% para 2,7%

PIB maior é por força do mercado de trabalho, serviços e investimentos
Foto: Envato Elements

O chefe da Assessoria Especial de Estudos Econômicos do Ministério da Economia, Rogério Boueri, afirmou há pouco que a estimativa maior para o crescimento econômico de 2022 decorre da pujança de mercado de trabalho, do setor de serviços e do aumento dos investimentos.

Como mostrou o Broadcast, de acordo com a grade de parâmetros divulgada pela Secretaria de Política Econômica (SPE), a estimativa para a expansão da atividade em 2022 passou de 2,00% para 2,7%. A projeção anterior havia sido elevada no relatório de julho. Para os anos seguintes, a estimativa permaneceu em 2,5%.

Segundo Boueri, a equipe econômica subestimou a atividade econômica nos últimos meses, assim como o mercado. “Não é correto afirmar que a Economia tem sido otimista, também subestimamos atividade”, disse.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Pedro Calhman, afirmou que o PIB tem surpreendido a todos, tanto ao mercado quanto o governo.

Entretanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem criticado a postura do mercado de subestimar as projeções para o Brasil desde 2020. Segundo ele, diversos analistas passarão o ano revisando as projeções para cima.