ITUB4 R$ 23,40 -4,41% MGLU3 R$ 12,17 -1,93% DÓLAR R$ 5,70 +0,74% EURO R$ 6,63 +0,77% BBDC4 R$ 20,20 -4,94% IBOVESPA 104.680,72 pts -2,84% GGBR4 R$ 26,87 +1,17% PETR4 R$ 26,48 -3,53% ABEV3 R$ 14,89 -1,65% VALE3 R$ 76,44 +1,70%
ITUB4 R$ 23,40 -4,41% MGLU3 R$ 12,17 -1,93% DÓLAR R$ 5,70 +0,74% EURO R$ 6,63 +0,77% BBDC4 R$ 20,20 -4,94% IBOVESPA 104.680,72 pts -2,84% GGBR4 R$ 26,87 +1,17% PETR4 R$ 26,48 -3,53% ABEV3 R$ 14,89 -1,65% VALE3 R$ 76,44 +1,70%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Renova diz que Mubadala leva unidade de energia com oferta de R$1,1 bi

A ausência de manifestação de interessados na  Brasil PCH  permitiu a antecipação da declaração da vencedora

Energia renovável (Foto: Evanto Elements)

(Reuters) A Renova Energia, companhia em recuperação judicial, informou nesta quinta-feira, 5, que a Mubadala Consultoria Financeira foi declarada vencedora em disputa pela Brasil PCH, com oferta de 1,1 bilhão de reais, segundo fato relevante.

A ausência de manifestação de interessados na participação do processo competitivo da Brasil PCH até o dia 1º de agosto permitiu a antecipação da declaração da vencedora pela administradora judicial, disse a Renova.

Segundo a elétrica, a transação será comunicada aos demais acionistas da Brasil PCH, a BSB Energética e Eletroriver, que poderão decidir pelo exercício do direito de preferência na aquisição ou ao direito de alienação conjunta.

A Brasil PCH foi estabelecida para construir e operar pequenas centrais hidrelétricas (PCHs).

A Renova disse ainda que a transação permitirá “saudável soerguimento e diminuição de seus passivos”, destinando os recursos obtidos no acordo para o pré-pagamento do empréstimo DIP Ponte contratado perante a Quadra Capital e desembolsado no início deste ano, o pagamento de determinados credores extraconcursais, o cumprimento das suas obrigações no Plano de Recuperação Judicial e a conclusão do Complexo Eólico Alto Sertão III Fase A.

 

 

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos