EURO R$ 6,38 -0,78% MGLU3 R$ 7,30 +3,55% BBDC4 R$ 21,20 +2,12% DÓLAR R$ 5,66 -0,57% ITUB4 R$ 23,25 +1,17% PETR4 R$ 28,89 +0,45% ABEV3 R$ 16,08 +0,50% IBOVESPA 106.858,87 pts +1,70% GGBR4 R$ 28,50 +2,33% VALE3 R$ 75,77 +5,43%
EURO R$ 6,38 -0,78% MGLU3 R$ 7,30 +3,55% BBDC4 R$ 21,20 +2,12% DÓLAR R$ 5,66 -0,57% ITUB4 R$ 23,25 +1,17% PETR4 R$ 28,89 +0,45% ABEV3 R$ 16,08 +0,50% IBOVESPA 106.858,87 pts +1,70% GGBR4 R$ 28,50 +2,33% VALE3 R$ 75,77 +5,43%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Vendas no varejo brasileiro crescem 7,2% em julho, segundo ICVA

Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) monitora mensalmente 1,3 milhão de varejistas credenciados à empresa

Foto: Pixabay

(Reuters) – As vendas no varejo brasileiro cresceram 7,2% em julho frente ao mesmo período de 2020, conforme dados que descontam a inflação, mostrou nesta terça-feira, 17, o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), que monitora mensalmente 1,3 milhão de varejistas credenciados à empresa de meios de pagamentos.

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, houve aumento de 21,6%. Efeitos de calendário novamente beneficiaram o resultado de julho deste ano. Os números, contudo, mostram desaceleração na base mensal, após expansão real de 9,5% e alta nominal de 23,3% em junho.

De acordo com o chefe de Inteligência da Cielo, Pedro Lippi, o patamar de faturamento do varejo continua, em termos nominais, próximo ao observado no período pré-pandemia. “No entanto, esse crescimento está associado ao aumento da inflação no período”, destacou.

Desconsiderando esse efeito, acrescentou, o varejo ainda está cerca de 14% abaixo do patamar observado em 2019.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos