Publicidade

Vídeos

Abertura de Mercado: bolsas operam sem direção única de olho no PIB dos EUA e à espera de falas de dirigentes do Fed

Os principais fatos e acontecimentos que vão impactar o Ibovespa, as bolsas no exterior e o mercado em geral no dia de hoje. Confira.

A penúltima sessão de fevereiro começa em meio a um maior sentimento de cautela no exterior, em função da espera pela publicação do Produto Interno Bruto (PIB) estadunidense e de discursos de dirigentes do Federal Reserve (Fed, banco central estadunidense).

Os índices futuros de Nova York recuam, mesmo com os rendimentos dos Treasuries (títulos da dívida estadunidense) caindo, enquanto na Europa as bolsas operam sem direção única, embora o viés seja mais negativo.

Para além dos mercados acionários, o dólar ganha força ante outras moedas, os contratos futuros do petróleo recuam e os preços futuros do minério de ferro subiram 1,08% em Dalian, na China.

Publicidade

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O mau humor externo pode pressionar a abertura dos negócios por aqui, enquanto a medida provisória que reverte a reoneração da folha de pagamentos deve provocar ajustes nas taxas de juros.

O novo texto torna sem efeito todo o trecho contido na versão anterior, mas mantém a extinção do programa de incentivo tributário ao setor de eventos e turismo, o Perse, além da limitação às compensações tributárias feitas pelas empresas em caso de vitória contra o Fisco na Justiça.

Segundo a equipe econômica, a extinção do Perse é importante porque vai produzir uma economia de R$ 6 bilhões já neste ano.

Agenda econômica

Brasil: O Índice Geral de Preços (IGP-M) (8h) e o resultado do Governo Central (16h) são os destaques do dia. Segundo as projeções de mercado, o Governo Central deve ter superávit primário de R$ 79,05 bilhões em janeiro, após déficit de R$ 116,147 bilhões em dezembro.

Entre os eventos, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, discursa, de forma virtual, na abertura de painel, no âmbito das reuniões do G20 (9h45) e, na parte da tarde, também participa de outro debate (14h45).

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, e o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, estarão presentes também nas reuniões do G20.

Publicidade

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarca para Georgetown (8h30), capital da Guiana, onde terá uma série de compromissos internacionais e retornará a Brasília na sexta-feira (1º).

EUA: A segunda leitura do PIB e do PCE no 4o trimestre de 2023 serão publicadas ainda pela manhã (10h30). Os discursos de dirigentes do Fed programados são: Raphael Bostic, de Atlanta (14h) e John Williams, de Nova York (14h45).

Europa: A dirigente do BCE, Elizabeth McCaul discursa em evento do Fed de Nova York (11h).

Confira todos os vídeos e podcasts diários produzidos pela Ágora Investimentos.

 

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
>