EURO R$ 6,23 +0,03% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
EURO R$ 6,23 +0,03% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% PETR4 R$ 26,84 +4,06% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
Delay: 15 min
Minuto E-Investidor

Os IPOs não são mais os mesmos?

O Minuto E-Investidor está no YouTube e também na Rádio Eldorado FM 107,3

De acordo com uma pesquisa da Dealogic, uma empresa de análise de dados, as ofertas públicas iniciais de ações, os famosos IPOs, perderam força depois do primeiro trimestre de 2021.

O apetite dos investidores mudou.

Se nos primeiros três meses do ano ocorreram 101 IPOs nos Estados Unidos, que movimentaram um valor recorde de US$ 42 bilhões, entre abril e maio esses números caíram para 54 IPOs e uma captação total de US$ 18 bilhões.

Além disso, se naquele primeiro período os preços subiram em média 40% no primeiro dia de negociação, essa valorização foi a metade para as empresas que abriram o capital em abril e maio.

Esse retrato mostra que os investidores estão mais seletivos na hora de comprar um novo projeto.

O comportamento é também notado nos IPOs realizados no Brasil.

Muitas das empresas que estrearam na bolsa em 2021 precisaram revisar os preços iniciais de negociação, que saíram abaixo do intervalo proposto pelos coordenadores das ofertas.

Esse é um alerta para você, pequeno investidor: é preciso ter atenção porque nem tudo o que reluz é ouro.

Eu sou o Márcio Kroehn, editor-chefe do portal E-Investidor, e esse foi o Minuto E-Investidor de hoje.

Até o próximo.

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos