MGLU3 R$ 2,47 -2,75% EURO R$ 5,54 -0,28% ITUB4 R$ 23,44 -0,21% DÓLAR R$ 5,24 +0,00% BBDC4 R$ 17,92 -0,94% IBOVESPA 98.672,26 pts +0,60% VALE3 R$ 74,62 +3,21% GGBR4 R$ 23,15 +4,40% PETR4 R$ 26,29 -0,60% ABEV3 R$ 13,67 +2,48%
MGLU3 R$ 2,47 -2,75% EURO R$ 5,54 -0,28% ITUB4 R$ 23,44 -0,21% DÓLAR R$ 5,24 +0,00% BBDC4 R$ 17,92 -0,94% IBOVESPA 98.672,26 pts +0,60% VALE3 R$ 74,62 +3,21% GGBR4 R$ 23,15 +4,40% PETR4 R$ 26,29 -0,60% ABEV3 R$ 13,67 +2,48%
Delay: 15 min
Mercado

8 corretoras indicam ações que mais pagam dividendos para maio

Os papéis Engie e Vale foram os mais indicados, cada um com cinco menções

8 corretoras indicam ações que mais pagam dividendos para maio
No ano, os papéis EGIE3 acumulam alta de 11,01%. Foto: Stephane Mahe/Reuters
  • A Engie (ENGIE3) e a Vale (VALE3) foram as empresas mais presente nas carteiras de dividendos das corretoras
  • No ano, os papéis EGIE3 acumulam alta de 11,01%. Em abril, no entanto, tiveram desempenho negativo, caindo 5,52%, e seguindo a tendência da B3
  • Em abril, as ações da Vale desvalorizaram 13,23%. Apesar do desempenho negativo recente, em razão da queda de preços das commodities, a VALE3 também está entre as mais recomendadas para a carteira tradicional

A carteira de dividendos é mais indicada para investidores com perfil conservador, mas que toleram os riscos do investimento em renda variável. A fim de te ajudar na escolha dos ativos dessa carteira, o E-Investidor consultou oito corretoras para indicar quais empresas devem pagar mais dividendos no mês de maio.

As ações da Engie (EGIE3) e da Vale (VALE3) foram as mais lembradas, sendo citadas cinco vezes cada.

Segundo os analistas da Órama Investimentos, além das boas perspectivas associadas às recentes iniciativas no mercado de gás e em eólicas, a Engie paga proventos recorrentes aos acionistas. “Desde a privatização foi uma excelente pagadora de dividendos, bem como excelente alocadora de
capital, entrando em projetos atípicos com alta taxa de retorno e tendo sucesso consistente”, afirma o relatório da corretora.

No ano, os papéis EGIE3 acumulam alta de 11,01%. Em abril, no entanto, tiveram desempenho negativo, caindo 5,52%, na mesma toada da bolsa brasileira.

No mês passado, o Ibovespa não teve um bom desempenho e encerrou o mês em queda de 10,1%, aos 107.876,16 mil pontos. O resultado negativo quebrou a sequência de quatro meses consecutivos de alta na Bolsa de Valores brasileira. Na segunda-feira (2), o pregão fechou em baixa de 1,15%.

As perdas também foram sentidas nas ações da Vale, que desvalorizaram em 13,23% em abril. Apesar do desempenho negativo recente, em razão da queda de preços das commodities, VALE3 subiu 10,68% no ano. Ela está entre as mais recomendadas para a carteira de dividendos e para a carteira tradicional.

Os analistas da Ágora Investimentos acreditam que, mesmo se o conflito entre Rússia e Ucrânia terminar em breve, as interrupções no fornecimento de minério ainda levarão alguns trimestres para serem normalizadas. Ao mesmo tempo, os estímulos chineses anunciados na semana passada potencialmente aumentarão a demanda por minério de ferro ao longo do ano.

Confira abaixo as recomendações de oito corretoras para a carteira de dividendos:

Ágora Investimentos

Os analistas da Ágora retiraram as ações da Caixa Seguridade (CXSE3) da sua carteira de dividendos e incluíram as ações da Vale (VALE3).

Ações
Itaúsa (ITSA4)
Vale (VALE3)
Cemig (CMIG4)
Tim (TIMS3)
Vibra Energia (VBBR3)

Ativa Investimentos

A Ativa promoveu apenas uma alteração em sua carteira de dividendos. Saíram os papéis da Usiminas (USIM5) e entraram os do BB Seguridade (BBAS3).

Ações
Copel (CPLE6)
Engie (EGIE3)
Vale (VALE3)
Petrobras (PETR4)
Banco do Brasil (BBAS3)
BB seguridade (BBSE3)
Santander (SANB11)
Transmissão Paulista (TRPL4)

Elite Investimentos

Os analistas da Elite Investimentos não alteraram a carteira de dividendos.

Ações
Bradesco ON (BBDC4)
BB Seguridade (BBSE3)
Vibra Energia (VBBR3)
Engie (EGIE3)
Energias BR (ENBR3)
Itausa (ITSA4)
Taesa (TAEE11)
Tran Paulist (TRPL4)
Telef Brasil (VIVT3)
Vale (VALE3)

Genial Investimentos

Na carteira de dividendos da Genial Investimentos, as ações da Copel (CPLE6) foram excluídas e deram lugar às da Cyrela (SYNE3).

Ações
BB Seguridade (BBSE3)
Cyrela (SYNE3)
Itaú Unibanco (ITUB4)
Vale (VALE3)
Gerdau (GGBR4)

Guide Investimentos

A Guide Investimentos não alterou a carteira de dividendos.

Ações
CPFL (CPFE3)
Energias do Brasil (ENBR3)
Engie (ENGI3)
Itaú Unibanco (ITUB4)
Petrobras (PETR4)
Taesa (TAEE11)
Tim (TIMS3)
Vale (VALE3)

Órama

A Órama optou por não fazer nenhuma alteração em sua carteira de dividendos. Eles ainda elevaram o preço alvo da Minerva (BEEF3) para cima, de R$ 12,90 para R$ 15. “A demanda internacional por alimentos não para de crescer, e por carne bovina em especial. A China ainda não conseguiu recuperar o seu plantel da gripe suína ocorrida em 2019 e o consumidor elegeu a carne de boi como substituta, puxando os preços para cima”, justificaram os analistas.

Ações
Banco ABC (ABCB4)
Bradesco (BBDC4)
Minerva (BEEF3)
Wilson Sons (PORT3)
Engie (EGIE3)

XP Investimentos

Na carteira de dividendos recomendada pela XP Investimentos houve apenas uma mudança em relação ao mês anterior. Saíram os papéis do Banco do Brasil (BBAS3) e entraram os da Grendene (GRND3).

Ações
Grendene (GRND3)
Copel (CPLE6)
Engie (EGIE3)
Petrobras (PETR4)
Vivo (VIV3)

Warren Investimentos

A Warren Investimentos não realizou nenhuma alteração em sua carteira de dividendos em relação a abril.

Ações
BrasilAgro (AGRO3)
Bradespar (BRAP4)
Copel (CPLE6)
Energisa (ENGI11)
Itaú Unibando (ITUB4)
JBS (JBSS3)
Petrobras (PETR4)
Banco do Brasil (BBAS3)
Taesa (TAEE11)
Gerdau (GOAU4)

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos