Mercado

Como conquistar o primeiro milhão investindo no Tesouro Direto?

O maior retorno deixaria investidor milionário em três décadas; veja as simulações

Como conquistar o primeiro milhão investindo no Tesouro Direto?
Lotomania: uma aposta leva R$ 6 mil.(Foto: Pixabay)
  • Conseguir chegar à quantia de R$ 1 milhão na conta não é uma tarefa fácil - mas o Tesouro Direto pode ajudar o investidor de longo prazo com este objetivo
  • Aplicando R$ 100 mil no Tesouro IPCA+ 2055 com juros semestrais, e deixando até o vencimento, sem nenhum outro aporte, é possível ter um retorno financeiro de R$ 1,1 milhão
  • Confira as rentabilidades de cada título público no levantamento feito pelo E-Investidor, com base no simulador de rendimentos do Tesouro Direto

Conseguir chegar à quantia de R$ 1 milhão na conta não é uma tarefa fácil, mas o Tesouro Direto pode ajudar o investidor de longo prazo com este objetivo. Aplicando R$ 100 mil no Tesouro IPCA+ 2055 com juros semestrais, e deixando até o vencimento sem nenhum outro aporte, é possível ter um retorno financeiro de R$ 1,1 milhão.

Para quem não conhece, o Tesouro IPCA+ é um título público que remunera a inflação no período, mais uma taxa prefixada. O ativo é interessante pois garante um ganho real, ou seja, acima da inflação. Contudo, é um papel que possui risco, já que caso o investidor tire antes do vencimento, pode ter prejuízo pelos efeitos da marcação a mercado. Entenda mais sobre como funciona a marcação a mercado.

Já o Tesouro Prefixado, que remunera a uma taxa fixa ao ano, geraria um rendimento de R$ 125,7 mil caso levado até o vencimento mais longo, em 2033. Este título também está sujo a regras de marcação a mercado, ou seja, também possui um risco maior e não é indicado, por exemplo, para reservas de emergência. No conservador Tesouro Selic, por sua vez, o retorno líquido seria de R$ 48,9 mil até 2029.

Confira as rentabilidades no levantamento feito pelo E-Investidor, com base no simulador de rendimentos do Tesouro Direto. Para os cálculos, o simulador do Tesouro utiliza uma expectativa de taxa Selic de 11,75% em 2023, 9% em 2024 e 8,5% para os anos posteriores. Para a inflação, o percentual é de 4,9% em 2023, 3,86% em 2024 e 3,5% para os anos posteriores.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos