Publicidade

Mercado

Ibovespa hoje: Assaí (ASAI3), Alpargatas (ALPA4) e Carrefour (CRFB3) são os destaques negativos

O índice caiu 0,75%, aos 124.388,62 pontos, e com volume negociado de R$ 26,4 bilhões

Ibovespa hoje: Assaí (ASAI3), Alpargatas (ALPA4) e Carrefour (CRFB3) são os destaques negativos
Unidade do supermercado atacadista da rede Assaí (ASAI3) em São Paulo (Foto: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO)
  • O Ibovespa caiu 0,75%, aos 124.388,62 pontos, e com volume negociado de R$ 26,4 bilhões
  • As três ações que mais desvalorizaram no dia foram Assaí (ASAI3), Alpargatas (ALPA4) e Carrefour (CRFB3)

Ibovespa hoje terminou o dia em baixa de 0,75%, aos 124.388,62 pontos, e com volume negociado de R$ 26,4 bilhões. Nesta terça-feira (16), a principal referência da B3 oscilou entre máxima a 125.315,63 pontos e mínima a 123.756,08 pontos.

O temor com a questão fiscal seguiu sendo a pauta do mercado. As ações mais sensíveis ao ciclo econômico foram as mais penalizadas da Bolsa brasileira, em meio ao avanço dos juros futuros. A cautela foi intensifica na segunda-feira (15) após o anúncio do governo que a meta de resultado primário de 2025 será de 0% do Produto Interno Bruto (PIB), a mesma de 2024. Antes, a equipe econômica havia estabelecido que buscaria um superávit primário de 0,5% do PIB em 2025.

“De fato, a preocupação com a questão fiscal é o que pega no momento. A gente tem um dólar muito forte frente às moedas emergentes, o real está sofrendo bastante também, e não sabemos quanto isso vai pegar nos preços”, afirma Pedro Marinho Coutinho, planejador financeiro e sócio da The Hill Capital. Nesta reportagem, analistas explicam o que esperar do dólar nos próximos dias.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Em Wall Street, as Bolsas de Nova York encerraram mistas, com Dow Jones em alta de 0,17%, enquanto Nasdaq e S&P 500 tiveram perdas de 0,12% e 0,21%, respectivamente. No dia, investidores monitoraram falas do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell. O dirigente afirmou que os dados recentes de inflação nos Estados Unidos indicam que vai demorar mais tempo até que a autoridade monetária tenha a confiança necessária para cortar os juros no país.

Nesta terça-feira, o dólar subiu 1,61% frente ao real na sessão, encerrando o dia cotado a R$ 5,2688. Já o euro avançou 1,60%, aos R$ 5,597.

As três ações que mais desvalorizaram no dia foram Assaí (ASAI3), Alpargatas (ALPA4) e Carrefour (CRFB3).

Assaí (ASAI3): -5,32%, R$ 13

As ações do Assaí (ASAI3) lideraram as perdas do Ibovespa na sessão e fecharam em queda de 5,32%, a R$ 13. O movimento ocorreu após o Citi rebaixar a recomendação da empresa de compra para neutra, reduzindo a expectativa de faturamento da companhia em 18% e 12% para 2024 e 2025, respectivamente. O banco, no entanto, elevou o preço-alvo dos papéis de R$ 14 para R$ 15.

A ASAI3 está em baixa de 11,62% no mês. No ano, acumula uma desvalorização de 3,92%.

Alpargatas (ALPA4): -5,05%, R$ 8,46

Entre os destaques negativos do dia, estiveram ainda as ações da Alpargatas (ALPA4), que encerraram em queda de 5,05%, sendo negociadas a R$ 8,46. A varejista, mais sensível ao ciclo econômico, foi penalizada pelo avanço dos juros futuros, em sessão marcada por maior aversão ao risco.

A ALPA4 está em baixa de 11,23% no mês. No ano, acumula uma desvalorização de 16,4%.

Carrefour (CRFB3): -4,4%, R$ 11,51

Quem também sofreu foram os papéis do Carrefour (CRFB3), que fecharam o pregão em desvalorização de 4,4%, a R$ 11,51. O desempenho negativo ocorreu mesmo após o Citi remover a classificação de alto risco para a varejista e elevar o preço-alvo das ações de R$ 12,50 para R$ 13,50. O banco, contudo, manteve recomendação neutra para a empresa.

Publicidade

A CRFB3 está em baixa de 15,55% no mês. No ano, acumula uma desvalorização de 7,55%.

*Com Estadão Conteúdo

Web Stories

Ver tudo
<
>

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos