EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
EURO R$ 5,20 -0,02% DÓLAR R$ 5,07 +0,00% BBDC4 R$ 19,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,57 +17,43% ABEV3 R$ 15,19 +0,40% ITUB4 R$ 26,70 +1,06% PETR4 R$ 31,67 +7,06% GGBR4 R$ 26,12 +2,11% IBOVESPA 112.764,26 pts +2,78% VALE3 R$ 70,00 +1,23%
Delay: 15 min
Mercado

Mercado Intraday: em sessão volátil, commodities figuram entre as altas

Mercado Intraday: em sessão volátil, commodities figuram entre as altas
(Foto: Daniel Teixeira/Estadão)

A primeira parta da sessão desta sexta-feira (24) foi marcada pela volatilidade, ora com o Ibovespa em alta, ora com o índice em baixa, enquanto as taxas de juros futuras disparam em toda a extensão da curva – refletindo a leitura do IPCA-15 de junho.

Segundo o IBGE, a prévia oficial de inflação no País foi a 0,69%, levemente acima da mediana das estimativas (0,67%), porém com uma composição ruim, colando dúvidas sobre o encerramento do ciclo de alta da Selic já em agosto. Segundo os dados do mês, a inflação avançou em todos os cinco núcleos acompanhados pelo IBGE, sendo que apenas os preços administrados e os industriais mostraram algum arrefecimento em junho. Em paralelo, as confirmações do aumento no valor Auxílio Brasil para R$ 600, do vale-gás e vale-caminhoneiro, colocam dúvidas sobre a trajetória das contas públicas.

No exterior, o crescimento vendas de moradias novas nos Estados Unidos ajuda a explicar o maior ânimos dos investidores e aumentou a busca por ativos de risco. Contudo, os comentários do presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, reforçou novamente a defesa por aumento de juros ao nível de 3,5% até o final do ano.

Diante deste cenário, as bolsas têm alta firme em Nova York neste início de tarde, enquanto na Europa os principais mercados encerraram a última sessão da semana no campo positivo. Aqui, o Ibovespa tinha alta de 0,50% às 13h20, aos 98.562 pontos. Se o volume de negócios for mantido, o giro financeiro da sessão ficará ao redor de R$ 23,2 bilhões – o que está em linha com a média dos últimos dias. No mercado cambial, no mesmo horário, o dólar tinha alta de 0,23%, cotado aos R$ 5,24.

Na frente corporativa, a alta de aproximadamente 4% do petróleo no exterior e o anúncio de novo aumento nos preços da celulose dão suporte aos papéis ligados à commodities, com destaque para Petrobras, PetroRio, 3R e Suzano. Dentre as ações destas empresas, Petrobras avançava em menor magnitude, refletindo a indefinição do Comitê de Elegibilidade (Celeg) sobre a indicação de Caio Paes de Andrade para o cargo de CEO da companhia. Na ponta contrária do índice, as ações da CVC lideravam as perdas, depois que a empresa precificou a oferta de 52,3 milhões de novas ações a R$ 7,70 – contra um fechamento na B3 de R$ 8,88 ontem.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos