DÓLAR R$ 5,65 -0,62% EURO R$ 6,73 -0,47% ITUB4 R$ 26,92 +1,05% MGLU3 R$ 21,78 +0,51% BBDC4 R$ 25,40 +0,79% PETR4 R$ 23,88 +0,97% ABEV3 R$ 15,41 +0,33% IBOVESPA 118.364,98 pts +0,59% GGBR4 R$ 31,07 -0,16% VALE3 R$ 102,94 -0,06%
DÓLAR R$ 5,65 -0,62% EURO R$ 6,73 -0,47% ITUB4 R$ 26,92 +1,05% MGLU3 R$ 21,78 +0,51% BBDC4 R$ 25,40 +0,79% PETR4 R$ 23,88 +0,97% ABEV3 R$ 15,41 +0,33% IBOVESPA 118.364,98 pts +0,59% GGBR4 R$ 31,07 -0,16% VALE3 R$ 102,94 -0,06%
Delay: 15 min
Mercado

Petrobras (PETR4): O histórico das 10 maiores quedas no valor de mercado

Esse é segundo pior momento da empresa na Bolsa desde o início do Plano Real

Foto: Sergio Moraes/Reuters
  • A decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de trocar o executivo Roberto Castello Branco pelo general Joaquim Luna e Silva desencadeou a crise que fez as ações desabarem
  • Com a queda de mais de 20% tanto de PETR3 como de PETR4 no pregão de 22 de março de 2021, o valor de mercado da companhia encolheu R$ 74,24 bilhões

A Petrobras sofreu o segundo pior revés na Bolsa de Valores desde o início do Plano Real. Com a queda de mais de 20% tanto de PETR3 como de PETR4 no pregão de 22 de março de 2021, o valor de mercado da companhia encolheu R$ 74,24 bilhões, de acordo com levantamento da Economatica.

A decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de trocar o executivo Roberto Castello Branco pelo general Joaquim Luna e Silva desencadeou a crise que fez as ações desabarem. A intervenção política na empresa de capital misto foi vista com ressalvas pelos principais agentes do mercado financeiro.

O estrago provocado por Bolsonaro só não foi maior do que o registrado em 9 de março de 2020, quando a crise do coronavírus somada à queda de 24% no preço do barril de petróleo, em razão de uma disputa entre Rússia e Arábia Saudita, fizeram o valor de mercado da Petrobras diminuir R$ 91,12 bilhões em um único dia.

A diferença entre as duas maiores quedas no valor de mercado da Petrobras é que em 9 de março de 2020 havia um problema generalizado, tanto que houve circuit breaker na Bolsa brasileira, que encerrou o dia com queda de 12,1%, aos 86.067 pontos. Já em 22 de fevereiro de 2021, a petroleira foi a responsável por puxar o principal índice da bolsa para baixo, que encerrou o dia em queda de 4,87%, aos 112.668 pontos.

Das 10 maiores quedas diárias em valor de mercado, cinco aconteceram em 2020, quando a covid-19 afundou os mercados globais e fez o petróleo ser negociado abaixo de zero. Outras três vezes estão ligadas à greve dos caminhoneiros de 2018, um período que paralisou o Brasil.


Acompanhe abaixo o quadro completo:

Petrobras: Maiores quedas diárias de valores de mercado

DataValor de mercado
(R$ Bilhões)
Variação diária

(R$ Bilhões) 

09/03/2020215,83-91,12
22/02/2021284,74-74,24
24/05/2018285,15-47,27
12/03/2020166,74-43,88
01/06/2018231,04-40,43
28/05/2018242,02-40,30
26/02/2020353,57-39,26
15/10/2008237,42-36,11
06/03/2020306,95-34,25
16/03/2020171,05-33,26

Fonte: Economática – desde o início do Plano Real

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos