EURO R$ 6,34 -1,27% MGLU3 R$ 7,59 +3,97% BBDC4 R$ 20,90 -1,42% DÓLAR R$ 5,63 -1,13% ITUB4 R$ 22,92 -1,42% PETR4 R$ 29,39 +1,73% ABEV3 R$ 16,11 +0,19% IBOVESPA 107.367,49 pts +0,48% GGBR4 R$ 28,82 +1,12% VALE3 R$ 76,33 +0,74%
EURO R$ 6,34 -1,27% MGLU3 R$ 7,59 +3,97% BBDC4 R$ 20,90 -1,42% DÓLAR R$ 5,63 -1,13% ITUB4 R$ 22,92 -1,42% PETR4 R$ 29,39 +1,73% ABEV3 R$ 16,11 +0,19% IBOVESPA 107.367,49 pts +0,48% GGBR4 R$ 28,82 +1,12% VALE3 R$ 76,33 +0,74%
Delay: 15 min
Mercado

Ibovespa hoje: Vale (VALE3), Usiminas (USIM5) e Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) são os destaques negativos

Índice subiu 0,45% nesta quinta-feira (19), aos 117.164,69 pontos

Trabalho com minério de ferro em uma indústria
Foto: Shutterstock/T photography/Reprodução
  • O Ibovespa subiu 0,45% nesta quinta-feira (19), aos 117.164,69 pontos e volume negociado de R$ 38,8 bilhões
  • Os três papéis que mais desvalorizaram no dia foram Vale (VALE3), Usiminas (USIM5) e Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3)

O Ibovespa subiu 0,45% nesta quinta-feira (19), aos 117.164,69 pontos e volume negociado de R$ 38,8 bilhões. Apesar do mau humor no início do pregão, o índice recuperou parte das perdas após três dias de queda.

Em Nova York, o S&P 500 e o Nasdaq fecharam com altas de 0,13% e 0,11%, respectivamente. Já o Dow Jones terminou o dia em baixa de 0,19%. O movimento misto é reflexo das preocupações do mercado quanto à decisão monetária do Federal Reserve (Fed, banco central americano) de iniciar o tapering, expressão para designar a diminuição de estímulos.

Os três papéis que mais desvalorizaram no dia foram Vale (VALE3), Usiminas (USIM5) e Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3).

Confira o que influenciou o desempenho dos ativos:

Vale (VALE3): -5,98%, R$ 97,23

Com papéis cotados abaixo de R$ 100 pela primeira vez desde abril, as ações da Vale caem junto às outras siderúrgicas após a queda do preço do minério de ferro.

O valor da tonelada desabou mais de 13%, a US$ 132,66, menor nível desde 30 de novembro de 2020.  VALE3 fechou o pregão a R$ 97,23, após baixa de 5,98%.

As ações caem 10,69% no mês, mas têm valorização de 18,28% no ano.

Usiminas (USIM5): -5,80%, R$ 17,06

Assim como as outras empresas do bloco, os papéis da Usiminas recuam 5,80% e são precificados a R$ 17,06, após desvalorização do minério de ferro.

A USIM5 cai 17,06% no mês, mas cresce 17,49% no ano.

Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3): -5,78%, R$ 37

Mais uma empresa afetada pela baixa do minério de ferro, a CSN registra queda de 5,78% e tem ações precificadas a R$ 37.

As ações caem 18,65% no mês, mas acumulam alta de 21,03% no ano.

*Com Estadão Conteúdo

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos