EURO R$ 6,19 +0,95% MGLU3 R$ 6,91 +3,91% DÓLAR R$ 5,46 +0,65% BBDC4 R$ 20,91 -0,81% IBOVESPA 108.996,13 pts -0,10% ABEV3 R$ 14,68 +1,31% PETR4 R$ 31,78 +0,19% GGBR4 R$ 27,45 -4,12% ITUB4 R$ 23,29 +0,00% VALE3 R$ 85,12 -1,83%
EURO R$ 6,19 +0,95% MGLU3 R$ 6,91 +3,91% DÓLAR R$ 5,46 +0,65% BBDC4 R$ 20,91 -0,81% IBOVESPA 108.996,13 pts -0,10% ABEV3 R$ 14,68 +1,31% PETR4 R$ 31,78 +0,19% GGBR4 R$ 27,45 -4,12% ITUB4 R$ 23,29 +0,00% VALE3 R$ 85,12 -1,83%
Delay: 15 min
Mercado

Confira a recomendação de 6 corretoras para brMalls (BRML3)

A ação tem o melhor desempenho entre as controladoras de shopping centers em outubro

Entrada do Shopping Villa Lobos, da brMalls
Entrada do Shopping Villa Lobos, da brMalls. Foto: JB Neto/Estadão
  • brMalls (BRML3) tem o melhor desempenho entre as controladoras de shopping centers na B3 em outubro, com alta de 15,87% no mês, cotada a R$ 9,48
  • Recomendação neutra para a ação é maioria entre seis corretoras. Duas casas de investimentos têm indicação de compra para o ativo

O setor de shoppings foi um dos mais afetados pela pandemia da covid-19, principalmente pelo fato de os estabelecimentos terem sido fechados logo no início da crise por conta das restrições sociais. Porém, as ações das empresas desse segmento listadas na B3 inverteram o sinal em outubro e acumulam altas no mês devido a reabertura parcial da atividade econômica.

Um dos maiores destaques é o brMalls (BRML3), que registra alta de 15,87% em outubro, até o fechamento do mercado desta quarta-feira (21), mas sofre com desvalorização de 46,23% no acumulado do ano. Para efeito de comparação, Multiplan (MULT3) sobe 13,07% no mês, Aliansce Sonae (ALSO3), 12,23%, e Iguatemi (IGTA3), 11,09%. Já em 2020, estes ativos caem -33,36%, -46,91% e -34,85%, respectivamente.

Além de se beneficiar do afrouxamento das medidas de isolamento social, o BRML3 também é impulsionado pelo comunicado da empresa sobre a possível combinação dos negócios com a operadora de shoppings Ancar. O mercado enxergou o movimento com bons olhos e o papel sobe 9,93% desde o anúncio, na segunda-feira (19).

A junção das operações foi vista como positiva, já que a Ancar acumula a gestão de 25 shoppings centers e em locais onde a brMalls não atua, como Ceará e Distrito Federal. Dessa forma, a combinação das forças criaria um portfólio de 56 estabelecimentos em 15 estados diferentes, caso o acordo se confirme.

Vale lembrar que companhia reportou prejuízo de R$ 619,7 milhões no 2T20, revertendo lucro de R$ 425,3 mi em relação ao segundo tri do ano passado, e os resultados referentes ao 3T20 serão divulgados no dia 12 de novembro após o fechamento do mercado.

No cenário que se desenha, o E-Investidor consultou seis corretoras para saber se o pior já ficou para trás e se é hora da investir na brMalls (BRML3). Com quatro indicações neutras e duas de compra, a maioria dos especialistas enxergam que o setor terá lenta recuperação, apesar da expectativa sobre a fusão com a Ancar.

As ações da empresa encerraram o pregão desta quinta (22) com baixa de 2,37%, a R$ 9,48.

Igor Cavaca, analista de investimentos da Warren

  • Recomendação: Neutra
  • Preço-alvo:

Justificativa: “O setor de shoppings centers foi duramente impactado pela pandemia e ainda não se recuperou completamente, mesmo com a redução das medidas de isolamento. Acreditamos que é um setor que deve passar por significativas mudanças no modelo de negócio. Porém, ainda vemos a continuidade do setor com os “shoppings” assumindo uma função de lazer além do comércio.

De forma geral, a empresa foi impactada no primeiro semestre de 2020 e acreditamos que a recuperação ainda tende a ocorrer de forma mais lenta. Vemos como positivo, no entanto, a possibilidade de fusão da empresa e alteração da estrutura operacional, que tende a ampliar as receitas utilizando uma estrutura mais enxuta.”

Régis Chinchila, analista da Terra Investimentos

  • Recomendação: Compra
  • Preço-alvo: R$ 14

Justificativa: “Apesar de os shoppings serem um dos setores que mais sofreram com a pandemia, acreditamos que esse cenário fará com que o setor cresça no médio prazo. A abertura de shoppings, cinemas, teatros, faz com que as pessoas voltem para estes ambientes e acabem consumindo, seja por necessidade, ou mesmo por impulso durante um passeio.

A BrMalls está presente em 12 estados, predominantemente na região sudeste, porém, recentemente a empresa passou a estudar a combinação de negócios com a Ancar, trazendo oportunidades de aumentar sua participação na região sul e sudeste. A Ancar está presente em vários estados da região Norte, hoje a BrMalls possui apenas o Shopping Rio Anil em São Luís (MA), e em outras regiões que a BrMalls ainda não está presente, como Ceará e Distrito Federal.

A empresa fechou o 2T20 no prejuízo, mas acreditamos que isso seja apenas uma fase por conta da pandemia, o 3T20 ainda deve vir um pouco fraco. Os sinais de recuperação devem aparecer a partir do 4T20, uma vez que já temos maior afrouxamento do distanciamento social e presença de datas comemorativas, como dia das crianças, Black Friday e natal.”

Murilo Breder, analista de renda variável da Easynvest

  • Recomendação: Neutra
  • Preço-alvo:

Justificativa: “Entendo que os investidores que já possuem as ações devem mantê-las em sua carteira. Aos que estão de fora, chamo atenção para a alta volatilidade e à possibilidade de uma maior lentidão na recuperação destes ativos, apesar da assimetria. Dito isto, minha visão é neutra para o setor como um todo. Entendo que há outros setores em um timing melhor tanto em questão de preferência pelo mercado tanto operacionalmente.

As ações BRML3 subiram forte na véspera com a expectativa de uma combinação de negócios com a Ancar. Porém, como a própria brMalls disse em comunicado ao mercado, trata-se de estudos preliminares. Acredito com a combinação possa ir para frente, mas no momento ainda é muito cedo.”

Tito Labarta, Gustavo Schroden, Jonathan Uriel Schajnovetz e Nicholas Walker, analistas do Goldman Sachs

  • Recomendação: Compra
  • Preço-alvo: R$ 13

Justificativa: “Apesar de detalhes ainda limitados sobre a combinação de negócios com a Ancar, entendemos que, se eventualmente as companhias concordaram em se fundir, elas devem trazer um upside grande para a ação devido ao aumento da escala geográfica e dos negócios para a brMalls.”

Caio Ventura, analista da Guide

  • Recomendação: Neutra
  • Preço-alvo: R$ 12,50

Justificativa: “BRML3 tem apresentado um ritmo saudável de recuperação, com vendas 30-35% abaixo dos níveis pré-pandemia. Porém, já possui indicadores de vendas positivos em alguns shoppings do portfólio, mesmo com grandes quedas no fluxo de consumidores.

A fusão com a Ancar, maior empresa de shoppings não-listada do Brasil, tem potencial para a criação de uma gigante no setor de shoppings, além de permitir a brMalls aumentar seu Market Share em certas praças e ser introduzida a novos mercados através de ativos já maturados de um player consolidado no mercado.”

José Francisco Cataldo, head de research da Ágora Investimentos

  • Recomendação: Neutra
  • Preço-alvo: R$ 13

Justificativa:

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos