MGLU3 R$ 8,06 -7,36% DÓLAR R$ 5,61 +0,73% ITUB4 R$ 22,81 -1,89% EURO R$ 6,35 +1,77% BBDC4 R$ 20,42 -4,00% PETR4 R$ 28,47 -3,88% IBOVESPA 102.224,26 pts -3,39% GGBR4 R$ 25,55 -2,63% ABEV3 R$ 16,69 -3,13% VALE3 R$ 68,64 -2,64%
MGLU3 R$ 8,06 -7,36% DÓLAR R$ 5,61 +0,73% ITUB4 R$ 22,81 -1,89% EURO R$ 6,35 +1,77% BBDC4 R$ 20,42 -4,00% PETR4 R$ 28,47 -3,88% IBOVESPA 102.224,26 pts -3,39% GGBR4 R$ 25,55 -2,63% ABEV3 R$ 16,69 -3,13% VALE3 R$ 68,64 -2,64%
Delay: 15 min
Mercado

USIM5: Vale a pena investir?

Com valorização de 413% nos últimos 12 meses, USIM5 desacelera crescimento em 2021, mas ainda apresenta bons resultados

Galpão de empresa siderúrgica
Minério de ferro registrou alta no pregão desta segunda-feira (26). (Foto: Shutterstock
  • A Usiminas atua no mercado brasileiro de aços planos e está presente em toda a cadeia de produção do setor
  • Cada ação ordinária da Usiminas (USIM3), além de representar uma fatia de propriedade da empresa, confere ao acionista o direito a um voto nas assembleias gerais
  • As ações preferenciais (USIM5) não dão direito ao voto, no entanto oferecem pagamento de dividendos de forma prioritária e 10% maiores em relação às ações ordinárias

(Aléxis Cerqueira Góis, Especial para o E-Investidor) – Nos últimos 12 meses, as ações preferenciais da Usiminas (USIM5) subiram 413%, o que é o reflexo de uma melhor expectativa de retomada das atividades econômicas pós-pandemia. Se considerarmos somente 2021, a cotação dos papéis continua em valorização, mas em menor ritmo, registrando um crescimento de 57% até 11 de maio — impulsionado pelo bom momento do setor de siderúrgico.

O crescimento também é fruto dos resultados financeiros mais recentes da empresa. A Usiminas saiu de um prejuízo de R$ 424 milhões nos primeiros três meses de 2020 para um lucro de R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre de 2021. Entre janeiro e março, a receita líquida atingiu o recorde trimestral de R$ 7,1 bilhões, impulsionada pelo aumento das vendas de aço.

A unidade de Siderurgia da Usiminas vendeu 1,254 milhão de toneladas de aço no primeiro trimestre de 2021, o maior volume de vendas trimestral da empresa desde o segundo trimestre de 2015. O resultado também representa um crescimento de 10,6% em relação ao quarto trimestre de 2020.

O que faz a Usiminas?

Galpão da Usiminas em funcionamento
A Usiminas atua em toda a cadeia do aço, desde a mineração de ferro até a venda de placas de aço para a indústria da transformação. (Fonte: Shutterstock/T photography/Reprodução)

A Usiminas atua no mercado brasileiro de aços planos e está presente em toda a cadeia de produção do setor: da extração do minério, passando pela produção de aço, até a sua transformação em produtos e bens de capital customizados para o mercado.

A Usiminas foi a primeira companhia a ser privatizada no Brasil durante o processo de reabertura econômica na década de 1990. Apesar da siderurgia continuar sendo o seu principal segmento, as operações também abrangem a mineração, o processamento de aço e a mecânica.

Siderurgia

A Usina de Ipatinga (MG) foi a primeira operação da Usiminas Siderurgia e começou a sua operação em 26 de outubro de 1962. A companhia é a maior fornecedora de aços planos para os setores industrial, de linha branca, da construção civil e automotivo do Brasil.

Mecânica

A Usiminas Mecânica, fundada na década 1970, foca na produção e desenvolvimento de projetos de estruturas metálicas e pontes. Os produtos são usados nos setores de energia, óleo e gás, mineração, indústria primária, transporte e infraestrutura.

Aço galvanizado

A Unigal Usiminas, empresa especializada na produção da linha de galvanização a quente (HDG), fornece material para a indústria automobilística, construção civil e fabricação de eletrodomésticos.

Serviços

Com uma produção anual de 2 milhões de toneladas, a Soluções Usiminas conta com unidades em quatro estados e capacidade logística para atender a todo o território nacional. A empresa é focada em corte e solda, logística e adaptação de volumes às necessidades de cada cliente.

Mineração

A Mineração Usiminas (MUSA) produziu 7,4 milhões de toneladas de minério de ferro em 2019. Ao longo dos últimos meses, a mineradora iniciou um projeto para por um fim no ciclo de uso de barragens para o armazenamento de rejeitos.

Influências na cotação

As influências na cotação da empresa acontecem devido a três fatores principais: o preço de ativos no mercado internacional, como o minério de ferro e do aço; o mercado de consumo brasileiro, em especial da indústria automobilística, de construção civil e de eletrodomésticos; e nos resultados da empresa.

Portanto, o investidor deve ficar atento ao comportamento da economia mundial, em especial na dinâmica entre produção e demanda do aço e nas flutuações do câmbio, que podem colaborar ou prejudicar o desempenho financeiro da Usiminas.

Os setores cíclicos da economia são os principais clientes da companhia. Assim, o aquecimento da demanda atrelada ao nível de atividade econômica no Brasil consolida a posição da Usiminas. Por outro lado, uma retração econômica pode prejudicar a empresa.

Qual é a diferença entre USIM5 E USIM3?

Cada ação ordinária da Usiminas (USIM3), além de representar uma fatia de propriedade da empresa, confere ao acionista o direito a um voto nas assembleias gerais. As ações preferenciais (USIM5) não dão direito ao voto, no entanto oferecem pagamento de dividendos de forma prioritária e 10% maiores em relação às ações ordinárias.

A companhia também tem ações preferenciais classe B (USIM6). Estas têm os mesmos benefícios da USIM5, porém garantem prioridade no reembolso do capital caso a empresa venha a ser liquidada.

Vale a pena investir na Usiminas?

Smartphone exibe logo da Usiminas. Ao fundo, logo da B3
USIM5 é uma das principais ações negociadas na B3 e compõe o Ibovespa. (Fonte: Shutterstock/Brenda Rocha – Blossom/Reprodução)

Os principais acionistas da Usiminas são grupos sólidos e experientes no setor de siderurgia e transformação do aço. Apesar da produção industrial ter a tendência de ser o componente mais cíclico e volátil da atividade econômica global, o desempenho financeiro da Usiminas tem melhorado ao longo dos anos. A receita da empresa cresceu 50% entre 2015 e 2020.

O mercado interno representa 93% da fonte de receita de vendas de aço da empresa, por isso a previsão de crescimento de 3,21% do PIB brasileiro, estimado pelo Banco Central, favorece a Usiminas.

No primeiro trimestre do ano, a empresa vendeu 1,167 milhão de toneladas, o maior volume trimestral desde o segundo trimestre de 2014. Todos os segmentos de vendas apresentaram crescimento, especialmente o setor automotivo.

A empresa também anda com a saúde financeira em dia. No final de março, o equivalente de caixa consolidado era de R$ 4,6 bilhões. A dívida líquida consolidada foi de R$ 1,7 bilhão no trimestre, 51,5% acima do montante no final do ano passado.

Além disso, o mercado de aço deve crescer a longo prazo, e a companhia tende a valorizar. “Usiminas é nossa principal escolha em aços. De acordo com nossas estimativas acima do consenso, as ações são negociadas bem abaixo dos múltiplos justos”, de acordo com o relatório da Ágora Investimentos.

Fonte: Banco Central.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos