ITUB4 R$ 24,66 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% MGLU3 R$ 14,53 +2,54% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% GGBR4 R$ 28,22 +0,21% PETR4 R$ 29,65 -0,10% ABEV3 R$ 15,45 -0,26% VALE3 R$ 80,32 +1,41%
ITUB4 R$ 24,66 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% MGLU3 R$ 14,53 +2,54% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% GGBR4 R$ 28,22 +0,21% PETR4 R$ 29,65 -0,10% ABEV3 R$ 15,45 -0,26% VALE3 R$ 80,32 +1,41%
Delay: 15 min
Mercado

Conheça as ações que se beneficiam do superciclo das commodities

Um dos motivos por trás desse fenômeno, segundo especialista, é a retomada das grandes economias

A imagem mostra uma escavadeira em uma mina de ferro
escavadeira em mina de ferro (FOTO:stockcentral)
  • Fenômeno ocorreu com força entre os anos 2000 e 2010, quando os insumos utilizados nas indústrias, como o minério de ferro, petróleo e soja, tiveram grandes variações em seus preços
  • “O superciclo é um período no qual acontece uma sincronização entre todas as commodities, fazendo com que quase todas subam de preço e permaneçam por um longo período nessa trajetória de alta”, diz José Luiz Rossi, economista da Investmind
  • As ações mais beneficiadas segundo os entrevistados são: Vale, Gerdau, CSN Mineração, Petrobras, PetroRio, SLC, Camil, Klabin e Suzano

Com as fortes altas recentes, muitos especialistas acreditam que estamos entrando em um novo superciclo de commodities. O fenômeno ocorreu com mais força entre os anos 2000 e 2010, quando os insumos utilizados nas indústrias tiveram grandes variações em seus preços, como minério de ferro, petróleo e soja.

O petróleo Brent (BZNM21), por exemplo, apresenta alta de 55,86% no acumulado dos últimos 12 meses. No mesmo período, a soja (SBCK21) subiu 65,08%, assim como o minério de ferro refinado com teor 62%, que se valorizou mais de 90%.

Fizemos uma enquete em nossa página do Twitter perguntando quais assuntos nossos leitores gostariam de ver aqui no E-Investidor. O tópico escolhido por vocês foi as ações do segmento que se beneficiam com o superciclo:

Explicando o superciclo

Antes de conhecer mais sobre as ações do segmento, precisamos entender o fenômeno, que foi tema do nossa live realizada na quarta-feira (7).

“O superciclo é um período em que acontece uma sincronização entre todas as commodities, fazendo com que quase todas subam de preço e permaneçam por um longo período nessa trajetória de alta”, diz José Luiz Rossi, economista da Investmind.

Um dos motivos por trás desse fenômeno, segundo o especialista, é a retomada das grandes economias, puxadas principalmente pelos EUA e a China. De acordo com ele, esses países estão fazendo planos de infraestrutura e de investimentos na área que demandam certas commodities.

Vale lembrar que no dia 31 de março, o presidente dos EUA, Joe Biden, apresentou um plano de investimentos de infraestrutura de US$ 2 trilhões. Como esse tipo de plano requer ferro e aço para a construção, é natural que a demanda pela commodity aumente.

O outro grande motivo é o dólar, tendo em vista que as commodities têm seus preços fixados na moeda estrangeira. Rossi explica que, para compensar o processo de enfraquecimento da moeda norte-americana, aumenta-se o preço das commodities.

Além da retomada, Henrique Esteter, analista da Guide Investimentos, cita como um dos motivos para a alta demanda a política monetária acomodativa no mundo todo, que acontece devido aos Bancos Centrais estarem estimulando suas economias com taxas de juros baixas.

Na opinião de Esteter, o reflexo de medidas como essas é a expressiva demanda por commodities, criando um ambiente muito favorável para ampliação da compra. “Quando você quer retomar suas atividades, naturalmente precisa adquirir commodities para a produção”, diz ele.

Ações mais beneficiadas por segmento

Por conta da alta demanda por minério de ferro, é natural que as empresas do segmento se beneficiem nesse momento. Segundo Caio Rodrigues, head de produtos da Speed Invest, as companhias do setor que devem se beneficiar são Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4) e Usiminas (USIM3), tendo a Vale como o grande destaque.

Para José Francisco Cataldo, head de research da Ágora Investimentos, o preço do minério de ferro em patamares recordes tem beneficiado a Vale que, como destaca o executivo, vai até pagar mais dividendos.

Na visão de Rodrigues, da Speed Invest, a Vale tem acertado bastante na gestão. Ele destaca que a mineradora está com uma operação bem enxuta e bastante caixa, mesmo após a decisão da indenização de R$ 37,68 bilhões referente ao desastre de Brumadinho.

“A depender do andar da carruagem da pandemia, devemos ver as empresas do setor de óleo e gás se beneficiando. Petrobras (PETR4) menos, por conta da possível interferência na política de preços. Mas a PetroRio (PRIO3) pode ter resultados muito fortes ao longo dos próximos anos”, diz Esteter, da Guide.

Os especialistas José Francisco Cataldo (Ágora Investimentos) Leonardo Alvarenga (Investmind), Henrique Esteter (Guide) e Caio Rodrigues (Speed Invest) afirmam que estas são as ações que se beneficiam do superciclo das commodities.

  • Mineração – Vale, Gerdau e CSN Mineração (CMIN3)
  • Petróleo – Petrobras e PetroRio
  • Agronegócio – SLC Agrícola (SLCE3) e Camil (CAML3)
  • Celulose – Klabin (KLBN11) e Suzano (SUZB3)

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos