ITUB4 R$ 24,76 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% MGLU3 R$ 14,56 +2,54% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% GGBR4 R$ 28,17 +0,21% ABEV3 R$ 15,53 -0,26% PETR4 R$ 29,60 -0,10% VALE3 R$ 80,68 +1,41%
ITUB4 R$ 24,76 +2,15% EURO R$ 6,33 -1,15% MGLU3 R$ 14,56 +2,54% DÓLAR R$ 5,46 +0,00% IBOVESPA 114.647,99 pts +1,29% BBDC4 R$ 21,28 +5,24% GGBR4 R$ 28,17 +0,21% ABEV3 R$ 15,53 -0,26% PETR4 R$ 29,60 -0,10% VALE3 R$ 80,68 +1,41%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Chevron planeja investir US$600 mi em parceria com Bunge

Investimento em duas instalações é para garantir futura matéria-prima para combustíveis renováveis

Foto: REUTERS/Lucy Nicholson

(Reuters) – A petroleira Chevron planeja investir cerca de 600 milhões de dólares em duas instalações de esmagamento de soja de propriedade da empresa de commodities agrícolas Bunge, garantindo futura matéria-prima para combustíveis renováveis, disseram as duas empresas nesta quinta-feira (2).

O investimento resultará em uma joint venture 50/50, nos termos do memorando de entendimento que as duas empresas disseram ter firmado.

As refinarias americanas têm aumentado sua produção de combustíveis renováveis, estimuladas por incentivos federais e estaduais, e buscam garantir ofertas de óleos vegetais, gordura animal e óleo de cozinha usado, que algumas refinarias dizem ser difícil de obter.

A Chevron teria o direito de preferência para o óleo de soja esmagado pela Bunge, disseram as empresas.

As refinarias estão buscando parcerias com produtores agrícolas para obter e processar óleos vegetais para que possam produzir combustíveis verdes, como o chamado diesel renovável.

A joint venture proposta da Chevron e Bunge incluirá a expansão das instalações da Bunge em Destrehan, Louisiana, e Cairo, Illinois, para quase dobrar sua capacidade até 2024.

As instalações atualmente processam 7.000 toneladas de soja por dia, que podem produzir cerca de 330.000 a 340.000 galões de diesel à base de soja.

No início deste mês, a Marathon Petroleum anunciou que construiria um complexo de processamento de soja com a ADM em Spiritwood, Dakota do Norte, como parte de uma joint venture na qual a Marathon receberá acesso exclusivo ao óleo de soja.

Ao contrário de outros combustíveis verdes, como o biodiesel, o diesel renovável pode abastecer motores automotivos sem ser misturado ao diesel derivado do petróleo bruto, tornando-o uma opção de menor poluição.

Os preços do óleo de soja mais do que dobraram no ano passado, dificultando os planos de alguns refinadores.

A Chevron e a Bunge disseram que vão explorar matérias-primas de baixo carbono e possibilidades de pré-tratamento.

A Bunge já fornece óleo de soja para a Chevron, que coprocessa pequenas quantidades de diesel renovável em sua refinaria de El Segundo, Califórnia.

A Chevron disse que a quantidade de diesel renovável que produzirá será impulsionada pelas condições do mercado.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos