Últimas notícias

BB avalia resultados da Suzano e reitera recomendação

A perspectiva é que a Suzano alcance resultados operacionais resilientes nos próximos trimestres

BB avalia resultados da Suzano e reitera recomendação
Suzano (SUZB3). (Foto: Divulgação/Suzano Papel e Celulose)

A Suzano reportou resultados satisfatórios no quarto trimestre de 2023, com destaque para o segmento de celulose, informou o Banco do Brasil (BB) em relatório nesta quinta-feira (29). O banco manteve a recomendação neutra para os papéis e deixou o preço-alvo em R$ 62, o que sinaliza um potencial de valorização de 8,1% ante o último fechamento.

O Banco do Brasil avaliou que os resultados de receita e Ebitda da Suzano na comparação anual mostraram uma queda, mas reconheceu a recuperação presente no intervalo trimestral, impulsionado pela recuperação de preços da celulose nos últimos meses.

O BB também destacou o início da era de João Alberto Fernandez de Abreu, atual presidente da Rumo, na gestão da Suzano a partir de julho de 2024. O banco avalia que, considerando a continuidade da boa execução da atual diretoria, a perspectiva é que a Suzano alcance resultados operacionais resilientes nos próximos trimestres, considerando os efeitos das vantagens competitivas da companhia e do incremento de volumes previstos pelo início das operações do Projeto Cerrado, bem como por conta dos reajustes de preços.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

“Mas entendemos que as incertezas com relação à demanda global de celulose em 2024 e o impacto da elevação da oferta global nos preços da commodity poderão pesar sobre os números da companhia à frente, e pressionar as ações SUZB3 e de todo o setor”, acrescentou a analista Mary Silva, responsável pelo relatório.