Últimas notícias

Bolsas da Europa operam em baixa, com avanço dos juros dos Treasuries

  • Às 7h43 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,42%, a 422,40 pontos

(Estadão Conteúdo) – As bolsas europeias operam em baixa na manhã desta sexta-feira, à medida que os juros dos Treasuries voltaram a subir, reacendendo temores de que a recuperação da economia global e pressões inflacionárias induzam bancos centrais a reverter suas políticas ultra-acomodatícias. Às 7h43 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,42%, a 422,40 pontos.

Nas últimas horas, os rendimentos dos Treasuries avançaram, com o da T-note de 10 anos ultrapassando a marca psicológica de 1,6%, levando os juros de bônus europeus a seguir na mesma direção. No horário acima, o retorno do Bund alemão de 10 anos avançava a -0,311%, enquanto o do Gilt britânico equivalente aumentava a 0,789%.

A recente tendência de alta dos juros de papéis de renda fixa foi assunto ontem da coletiva de imprensa do Banco Central Europeu (BCE), que manteve sua política monetária inalterada, mas prometeu acelerar compras de bônus nos próximos meses para garantir condições financeiras favoráveis.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Nas últimas semanas, o avanço nos rendimentos dos Treasuries tem alimentado preocupações de que o aquecimento da economia global, após o impacto da pandemia de covid-19, e um eventual salto na inflação levem grandes bancos centrais a remover medidas de estímulo. Com a falta de apetite por risco na Europa hoje, ficaram em segundo plano nesta manhã os fatos de que o presidente dos EUA, Joe Biden, assinou ontem o pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão aprovado no Congresso americano esta semana e prometeu antecipar a vacinação de adultos contra covid-19 no país.

Em relação à agenda europeia de indicadores, os últimos números de atividade industrial vieram mistos. Na zona do euro, a produção industrial subiu 0,8% em janeiro ante dezembro, superando previsões de alta de 0,3%. Por outro lado, a produção da indústria britânica caiu 1,5% no mesmo período, ante expectativa de queda de 1,2%.

Na Alemanha, pesquisa final confirmou que o índice de preços ao consumidor local subiu 0,7% em fevereiro ante janeiro e avançou 1,3% no confronto anual. Também às 7h43 (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,21%, a de Frankfurt recuava 0,61% e a de Paris se desvalorizava 0,07%. Já as de Milão e Lisboa tinham perdas de 0,13% e 0,48%, respectivamente, mas a de Madri ensaiava recuperação e subia 0,24%. No câmbio, o euro caía a US$ 1,1920, de US$ 1,1991 no fim da tarde de ontem, e a libra também recuava, a US$ 1,3929, de US$ 1,3994 ontem.

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos