Tempo Real

WEG (WEGE3): BTG analisa resultados do primeiro trimestre; confira

A margem de Ebitda superou a expectativa do banco

WEG (WEGE3): BTG analisa resultados do primeiro trimestre; confira
(Foto: BTG Pactual)

Os resultados financeiros da WEG (WEGE3) no primeiro trimestre deste ano, divulgados nesta quinta-feira (2), não surpreenderam os analistas do BTG Pactual, que consideraram os números “majoritariamente alinhados” com os que haviam projetado.

Segundo a instituição financeira, a “suavização” da receita principal, na análise trimestre contra trimestre, já era esperada devido à diminuição das entregas de energia renovável no Brasil e taxas de câmbio desfavoráveis. Assim como nos trimestres anteriores, a frente de geração, transmissão e distribuição (GTD) no mercado externo cresceu suportada principalmente pela demanda nos Estados Unidos.

Por outro lado, a margem de Ebitda (sigla para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização, em inglês) relatada superou a expectativa do BTG, de 21%, ajudada por custos menores de matéria-prima e uma melhoria no mix de produtos.

Consolidação da Regal Rexnord

O BTG comentou ainda a consolidação da compra da divisão de motores elétricos industriais e geradores da Regal Rexnord, que foi anunciada na terça-feira (30). Para o banco, a iniciativa, alguns meses antes do esperado, não será relevante o suficiente para fazer diferença na tendência de lucros anuais da Weg, mas deve mudar o cenário de ganhos para o segundo trimestre.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Ainda de acordo com o BTG, apesar de impulsionar o crescimento da receita, o negócio deve impactar temporariamente as margens e a lucratividade da multinacional brasileira. Entre os destaques positivos, está a pequena sobreposição entre ambos, o que permitirá ganho de mercado para a Weg.