DÓLAR R$ 5,66 -0,40% EURO R$ 6,74 -0,33% ITUB4 R$ 26,64 -0,07% MGLU3 R$ 21,67 -0,87% BBDC4 R$ 25,20 +0,04% ABEV3 R$ 15,36 -0,13% PETR4 R$ 23,66 -0,17% IBOVESPA 117.669,90 pts -0,54% GGBR4 R$ 31,12 +1,33% VALE3 R$ 103,00 -1,29%
DÓLAR R$ 5,66 -0,40% EURO R$ 6,74 -0,33% ITUB4 R$ 26,64 -0,07% MGLU3 R$ 21,67 -0,87% BBDC4 R$ 25,20 +0,04% ABEV3 R$ 15,36 -0,13% PETR4 R$ 23,66 -0,17% IBOVESPA 117.669,90 pts -0,54% GGBR4 R$ 31,12 +1,33% VALE3 R$ 103,00 -1,29%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Fenabrave: vendas de motos caem 6,4% em janeiro ante janeiro de 2020

  • O resultado de janeiro foi influenciado por limitações da produção de motocicletas, concentradas no polo industrial de Manaus

(Estadão Conteúdo) – Com 85,8 mil unidades emplacadas, as vendas de motos novas no Brasil recuaram 6,4% em janeiro, na comparação com o mesmo período de 2020. Frente a dezembro, a queda foi de 13,1%, de acordo com balanço da Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de veículos.

O resultado de janeiro foi influenciado por limitações da produção de motocicletas, concentradas no polo industrial de Manaus, onde o sistema de saúde entrou em colapso, levando o governo estadual a restringir o funcionamento das fábricas a 12 horas diárias de segunda a sexta-feira, incluindo o tempo de deslocamento dos funcionários. Além disso, como todo oxigênio está sendo direcionado aos hospitais, no tratamento de pacientes com covid-19, as fábricas estão ficando sem gás industrial, agravando o quadro de falta de insumos.

A Honda, líder com folga do mercado de duas rodas, interrompeu a produção na segunda-feira da semana passada, dando férias coletivas aos operários e funcionários de áreas administrativas. Ao comentar o resultado, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, informou que o estoque de motos nas concessionárias está “extremamente baixo”, sendo que a espera de clientes por alguns modelos chega a 60 dias.

“A demanda segue aquecida, fomentada pela consolidação da motocicleta como veículo de transporte pessoal e de carga, dado o incremento das vendas do e-commerce, além da boa oferta de crédito pelas instituições financeiras, que estão aprovando 45% das propostas apresentadas”, afirmou o executivo em nota.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos