Últimas notícias

Setor de seguros cresce e fecha 1º quadrimestre na casa dos R$ 19 bi

Valor é 9,5% maior que o registrado no mesmo período do ano passado

Setor de seguros cresce e fecha 1º quadrimestre na casa dos R$ 19 bi
Qual o jeito certo de cobrar um valor justo pelo aluguel? (Foto: Freepik)
  • Levantamento da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) foi feito com base nos dados da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP)
  • Os dados apontam que os prêmios do setor de seguros de pessoas fechou o primeiro quadrimestre de 2023 com R$ 19,2 bilhões
  • O valor é 9,5% maior que o registrado no mesmo período do ano passado

Levantamento da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), com base nos dados da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), aponta que os prêmios do setor de seguros de pessoas fechou o primeiro quadrimestre de 2023 com R$ 19,2 bilhões. O valor é 9,5% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. Verificando apenas o resultado do mês, o segmento alcançou, em abril, R$ 4,6 bilhões.

Analisando detalhadamente os ramos dos seguros de pessoas, 48% do total de prêmios foi destinado a seguro de vida, 28% a prestamista, 12% a acidentes pessoais e 12% nos demais tipos. O primeiro cresceu 11,3% no período. Prestamista e acidentes pessoais registraram elevações de 8,6% e 3,8%, respectivamente, em relação ao observado de janeiro a abril de 2022.

“O crescimento no volume de prêmios é um sinal muito positivo para a indústria, pois demonstra o valor percebido destes produtos por parte do cidadão. Os R$ 4,8 bilhões de indenizações pagas nesse primeiro quadrimestre mostram o impacto positivo para a economia do país e para as famílias assistidas”, avalia Edson Franco, presidente da Fenaprevi.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O estudo traz também as informações sobre os pagamentos de benefícios (sinistros) à população segurada, que subiu 6,3% na comparação com o mesmo quadrimestre do ano passado. Foram pagos cerca de 300 milhões acima do observado em 2022.

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos