Tempo Real

Fundos de investimento têm resgate bilionário em outubro, diz Anbima

Com o resultado, no entanto, a indústria agora acumula no ano uma perda de R$ 70,2 bilhões

Fundos de investimento têm resgate bilionário em outubro, diz Anbima
Foto: Pixabay

Os fundos de investimento apresentaram resgate líquido de R$ 4,7 bilhões em outubro, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Com o resultado, a indústria agora acumula no ano uma saída líquida de R$ 70,2 bilhões.

“O resultado de outubro reflete a piora do cenário econômico, especialmente o internacional, e não uma saída estrutural de recursos da indústria como ocorreu no primeiro semestre deste ano”, afirma Pedro Rudge, vice-presidente da Anbima.

A maior perda mensal ficou com a classe de multimercados pelo segundo mês consecutivo, registrando R$ 13,4 bilhões de saídas líquidas. No ano, os resgates líquidos já somam R$ 64,9 bilhões. O tipo multimercados investimentos no exterior apresentou a maior saída, com R$ 4,7 bilhões no período, seguido pelo tipo multimercado macro, com R$ 4,5 bilhões.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Já a renda fixa voltou a ter desempenho negativo após três meses no azul, com R$ 11,6 bilhões de resgates líquidos em outubro. Enquanto os fundos que investem em ativos de médio e alto risco de crédito registraram R$15,5 bilhões de entradas líquidas, o restante da classe puxou o resultado para baixo, com destaque para o tipo duração baixa soberano, com R$ 5,8 bilhões.

Apesar do resultado negativo da indústria, duas classes registraram a maior captação mensal de 2023: os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs), com R$ 11,1 bilhões de entradas líquidas, e os fundos de ações, com R$ 10 bilhões. É o segundo mês consecutivo que a classe de ações registra captação positiva e, segundo a Anbima, o resultado ocorreu em função de um movimento de aporte concentrado de R$ 12 bilhões no período.

Dentre as classes com captação líquida positiva também estão os fundos de previdência, com R$ 1,5 bilhão, e os fundos de investimento em participações (FIPs), com R$ 282,9 milhões.

Rentabilidade no mês

Dentre os tipos com maior patrimônio líquido, os fundos de renda fixa que investem em títulos públicos de curto prazo (tipo duração baixa grau de investimento) tiveram retorno de 1,02% em outubro. Os fundos com exposição a risco de juros, índice de preço e moeda estrangeira a longo prazo tiveram a melhor rentabilidade mensal dentre os multimercados, com 0,85%.

Já os fundos de ações livres, que não têm uma estratégia de concentração específica, tiveram rentabilidade negativa de 4,35%. Apesar disso, o acumulado do ano registra ganhos de 5,69%.