Tempo Real

Líbia retoma exportações de petróleo mesmo com conflito de poder

A Líbia é governada por 2 administrações rivais, o governo de Dbeibah em Trípoli e o governo de Fathi Bashagha

Líbia retoma exportações de petróleo mesmo com conflito de poder
Funcionário segura amostra de petróleo. 11/03/2019 REUTERS/Vasily Fedosenko

A Líbia retomou as exportações de petróleo nesta quarta-feira, após um mês de paralisação. A retomada ocorreu depois que o país reiniciou a produção em campos de petróleo depois da demissão do presidente da estatal petrolífera, a Corporação Nacional de Petróleo (NOC, na sigla em inglês), por um dos governos rivais do país.

Um navio-tanque com bandeira de Malta, Matala, atracou no terminal de al-Sidra para transportar um milhão de barris de petróleo bruto, disse a nova liderança da NOC. A embarcação, então, seguirá para a Itália.

Dois outros navios-tanque, o Nissos Sifnos, de bandeira das Ilhas Marshall, e o Crudemed, de bandeira da Libéria, estavam programados para embarcar 1,6 milhão de barris na quarta-feira dos terminais de Zueitina Ras Lanuf, segundo a NOC.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Na semana passada, a NOC retirou a “força maior” que havia sido declarada em abril em várias instalações petrolíferas depois que líderes tribais, alinhados com o poderoso comandante Khalifa Hifter, as fecharam. A força maior é uma manobra legal que permite a uma empresa abandonar suas obrigações contratuais em razão de circunstâncias extraordinárias.

Abdul Hamid Dbeibah, primeiro-ministro do governo base em Trípoli, anunciou na semana passada a demissão de Mustafa Sanalla, presidente da NOC. Ele nomeou Farhat Bengdara, ex-governador do banco central da Líbia, para chefiar a crucial companhia petrolífera.

A medida foi rejeitada por Sanalla, que disse que o governo de Dbeibah não tinha legitimidade.
O novo presidente da NOC, Bengdara, ficou conhecido por seus fortes laços com os Emirados Árabes Unidos e Hifter, cujas forças controlam as áreas leste e sul do país.

A Líbia é agora governada por duas administrações rivais, o governo de Dbeibah em Trípoli e o governo de Fathi Bashagha, que foi nomeado primeiro-ministro pelo Parlamento do leste em fevereiro e agora está baseado na cidade de Sirte.

Fonte: Associated Press.

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
Como identificar uma nota falsa?
Quanto custa comer na melhor pizzaria da América Latina, que fica em SP?
D.O.M: saiba quanto custa comer em um dos 100 melhores restaurantes da América Latina
Como receber pensão vitalícia na união estável?
Quanto Madonna já ganhou na loteria?
Quanto custa comer no 2º restaurante mais caro do mundo? Descubra
Golpes eletrônicos: confira 7 golpes digitais para roubar o seu dinheiro
Ataque cibernético: relembre 7 sabotagens que afetaram o mercado financeiro
Como investir em IA para ganhar dinheiro?
5 passos para planejar a independência financeira dos seus filhos
Como identificar as notas antigas do real que saíram de circulação?
Reforma tributária: quais alimentos terão imposto zerado ou reduzido? Confira lista
>