DÓLAR R$ 5,17 -0,15% BBDC4 R$ 18,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,16 -5,39% ITUB4 R$ 24,93 +1,80% EURO R$ 5,27 -1,39% IBOVESPA 106.471,92 pts +0,55% PETR4 R$ 34,87 +2,02% GGBR4 R$ 24,65 +2,03% ABEV3 R$ 14,60 -0,82% VALE3 R$ 68,00 +1,22%
DÓLAR R$ 5,17 -0,15% BBDC4 R$ 18,50 +1,09% MGLU3 R$ 3,16 -5,39% ITUB4 R$ 24,93 +1,80% EURO R$ 5,27 -1,39% IBOVESPA 106.471,92 pts +0,55% PETR4 R$ 34,87 +2,02% GGBR4 R$ 24,65 +2,03% ABEV3 R$ 14,60 -0,82% VALE3 R$ 68,00 +1,22%
Delay: 15 min
Últimas notícias

Moody’s corta rating da Cielo e cita queda do lucro

A agência citou que o Ebitda da Cielo caiu de R$ 8,2 bilhões em 2016 para R$ 2,7 bilhões em 2020

Moody’s corta rating da Cielo e cita queda do lucro
Sede da Cielo (Foto: Gabriela Biló/ Estadão)

(Reuters) A agência de classificação de risco Moody’s cortou nesta quinta-feira, 26, o rating da Cielo de Ba1 para Ba2, com perspectiva estável, citando a queda na participação de mercado e dos lucros da maior empresa de pagamentos do país.

“Embora o mercado brasileiro de cartões e pagamentos eletrônicos apresente fundamentos de crescimento de longo prazo favoráveis, a Moody’s acredita que a concorrência continuará a aumentar, não só de outros adquirentes que estão reduzindo os preços, mas de meios de pagamento alternativos, desenvolvimentos tecnológicos e regulatórios”, afirmou a Moody’s no relatório.

A agência citou entre outros fatores que o Ebitda da Cielo caiu de 8,2 bilhões de reais em 2016 para 2,7 bilhões em 2020, e previu que Ebitda da companhia será de, em média, 3 bilhões de reais anuais nos próximos dois anos.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos