EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min
Fabrizio Gueratto, criador do canal 1Bilhão Educação Financeira

Colunista

O financista Fabrizio Gueratto é o criador do canal no YouTube 1Bilhão Educação Financeira, que traz o slogan “investimento não é cassino” e foca em desconstruir a ideia de que é preciso acertar sempre o investimento da moda. Fabrizio foi eleito em 2018 com um dos mil paulistanos mais influentes e está há mais de 12 anos no mercado financeiro.

Escreve às terças e quintas-feiras

OI (OIBR4) e GOL (GOLL4) podem quebrar em 2020?

O risco é muito maior para algumas empresas em razão da covid-19

(Foto: divulgação)
  • Muitos papéis estão descontados, ou seja, muito abaixo do que estavam antes do vírus e isso atrai a ganância do investidor
  • É muito importante fazermos algumas perguntas antes de colocarmos o nosso dinheiro conquistado com horas de trabalho suado
  • O problema é que muitos brincam com as ações como se a B3 fosse um cassino legalizado

Não podemos nos enganar achando que empresas nunca irão quebrar. Qualquer empresa pode desaparecer, inclusive gigantes como Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e Magazine Luiza (MGLU3). Porém, para algumas o risco é muito maior do que para outras, principalmente com a crise causada pelo novo coronavírus (covid-19), que colocou diversos países em quarentena e colapsou o mercado financeiro.

Vale a pena nesse momento investir nessas empresas?

Muitos papéis estão descontados, ou seja, muito abaixo do que estavam antes do vírus e isso atrai a ganância do investidor. Entretanto, é importante lembrar que nada impede que uma ação que já caiu caia ainda mais ou simplesmente vire pó, para usar uma linguagem comum do mercado financeiro.

Se diversas empresas sólidas estão desvalorizadas, vale a pena correr grandes riscos cujo horizonte é completamente incerto? É muito importante fazermos algumas perguntas antes de colocarmos o nosso dinheiro conquistado com horas de trabalho suado.

1) Por que eu quero investir nesta empresa?

2) Quanto do meu patrimônio eu quero investir nesta empresa?

3) Eu vejo esta empresa existindo daqui 20 anos?

4) Eu acredito nos fundamentos, modelo de negócio, no setor e nos executivos que estão tocando a empresa?

5) Será que não estou apenas brincando de cassino, pois a cotação caiu muito?

Tendo isso em mente, pode ter certeza que o risco já é muito diluído. Além disso, essa é uma maneira de você não errar ao aportar o seu dinheiro.

Gol (GOLL4):

A ação da Gol (GOLL4) teve uma desvalorização absurda, assim como todas as companhias aéreas ao redor do mundo. Muitos investidores viram uma grande oportunidade de multiplicarem o seu capital rapidamente. Não acredito que a empresa quebre, principalmente em função da ajuda do governo via BNDES.

Óbvio que não será o socorro que as companhias aéreas estavam esperando, já que aguardavam algo em torno de R$ 9 bilhões, mas o valor injetado deve ser de no máximo R$ 6 bilhões, sendo que 75% será através de um empréstimo via debêntures e 25% em ações. Portanto, o governo brasileiro será sócio das empresas áreas. É bom ter o governo brasileiro sócio de uma companhia aérea, o setor mais arriscado da bolsa de valores?

Acredito que, se o governo não socorresse, teria pelo menos 50% de chance de a empresa entrar em recuperação judicial, principalmente levando em conta o quanto ela consome de caixa, cerca de R$ 22 milhões por dia.

O turismo foi extremamente afetado com o distanciamento social e após isso, acredito que tudo voltará de uma forma diferente. Pode ser que as pessoas passem a voar menos ou então que tenham poltronas vazias para separar os passageiros, ou seja, as aeronaves não estarão cheias. Será que as viagens de negócios não irão reduzir drasticamente após as companhias verificarem que é possível fazer reuniões online?

Oi (OIBR3 e OIBR4):

Eu sempre me assusto com as pessoas que são apaixonadas por Oi, pois nunca devemos ter paixão por investimentos. Isso não é saudável! No mercado financeiro devemos agir com a razão e não com a emoção.

Enfim, a Oi está em recuperação judicial e, mesmo após vender a sua participação na Unitel por cerca de US$ 1 bilhão, não eliminou o risco de falência. Em agosto de 2019 a Oi entrou em contato com a Anatel e afirmou que só tinha dinheiro para sobreviver até fevereiro de 2020. Isso prova a situação caótica que a empresa vive, mesmo tendo reduzido drasticamente a sua dívida nos últimos anos. Me assusta ver que muitos investidores não possuem qualquer estratégia de investimento e de diversificação de classes de ativos. Brincam com as ações como se a B3 fosse um cassino legalizado.

Veja a lista que fiz de algumas empresas que podem quebrar com o coronavírus:

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos
EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
EURO R$ 6,13 +0,07% DÓLAR R$ 5,37 +0,00% ITUB4 R$ 27,37 -0,26% MGLU3 R$ 81,39 -0,13% BBDC4 R$ 22,70 +0,00% IBOVESPA 101.790,54 pts +1,34% PETR4 R$ 23,34 +0,00% ABEV3 R$ 14,30 +0,07% GGBR4 R$ 16,65 +0,60% VALE3 R$ 61,79 +0,00%
Delay: 15 min

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos