MGLU3 R$ 6,76 -1,74% EURO R$ 6,38 -0,03% ITUB4 R$ 23,06 +3,78% BBDC4 R$ 20,82 +5,08% DÓLAR R$ 5,65 +0,11% GGBR4 R$ 27,66 +5,69% PETR4 R$ 28,36 +6,99% ABEV3 R$ 16,01 +0,95% IBOVESPA 104.466,24 pts +3,66% VALE3 R$ 73,49 +4,64%
MGLU3 R$ 6,76 -1,74% EURO R$ 6,38 -0,03% ITUB4 R$ 23,06 +3,78% BBDC4 R$ 20,82 +5,08% DÓLAR R$ 5,65 +0,11% GGBR4 R$ 27,66 +5,69% PETR4 R$ 28,36 +6,99% ABEV3 R$ 16,01 +0,95% IBOVESPA 104.466,24 pts +3,66% VALE3 R$ 73,49 +4,64%
Delay: 15 min

Investimento não é cassino

Fabrizio Gueratto é especialista em investimentos, com mais de 15 anos de experiência, além de ser o apresentador e financista do Canal de YouTube 1Bilhão Educação Financeira, com mais de 300 mil inscritos e 12 milhões de visualizações em pouco mais de 1 ano de trabalho. Atualmente, com 36 anos de idade, Fabrizio é palestrante e autor do livro “De Endividado a Bilionário”.

Escreve às terças e quintas-feiras

Fabrizio Gueratto

Elon Musk investiria em um ETF de bitcoin (BTC)?

O investidor precisa gastar mais tempo para aprender a ganhar mais dinheiro trabalhando e empreendendo

CEO da Tesla, Elon Musk, olhando para o lado
Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX (Foto: Andrew Harrer/Bloomberg)

O ETF de Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas da Hashdex (HASH11), como o (QBTC11), causam amor e ódio entre os investidores.

Os puristas acreditam não ter qualquer sentido alocar dinheiro através da B3 (B3SA3), sendo que a raiz da moeda digital é justamente ser descentralizada, ou seja, não ter vínculo com o mercado tradicional. Mas este artigo é justamente para provar que isto não tem fundamento. Vou explicar.

Em primeiro lugar, nem todo investidor sente confiança para investir em uma Exchange. Apesar de fornecer os dados de todas as transações para a Receita Federal, ela não sofre, por enquanto, nenhuma regulação do Banco Central ou da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Na prática, isso significa que, se esta corretora sumir com os Bitcoins que estão custodiados e os sócios forem para um país sem acordo de extradição, não tem o que fazer.

Mas aí você deve estar pensando que o certo é guardar as chaves com você, em uma hardwallet por exemplo. Concordo. Mas existe o mundo ideal e existe o mundo real. Eu vivo no mundo real. Muitos investidores não têm o mínimo conhecimento técnico para fazer isso. Se ele deveria aprender o básico sobre tecnologia antes de investir, essa é uma outra história. Estou apenas relatando como as coisas são na prática.

Bitcoin como moeda oficial

Outra contradição de quem acha um absurdo investir no HASH11 ou no QBTC11 é que muitos comemoraram o fato de El Salvador adotar o Bitcoin como moeda oficial.

Concordo que é um avanço e que beneficia todo o setor de cripto, mas, ao mesmo tempo, é o governo controlando a moeda que nasceu para correr a parte do sistema tradicional. Ou seja. A mesma pessoa que fala que é um absurdo investir através de um ETF, comemora o fato de um governo adotar como moeda corrente.

Leia também: Por que El Salvador adotou oficialmente o Bitcoin?

Elon Musk investiria em um ETF de Bitcoin?

Hoje pensei se Elon Musk investiria em um ETF de Bitcoin. Vou responder com um fato que aconteceu aqui no Brasil. Um dos maiores empresários do País, dono de uma das maiores fortunas, Abílio de Diniz, agora investe em ETF de Bitcoin – mais precisamente, no HASH11, através da Península Participações.

Será que Abílio Diniz investiria diretamente por uma exchange? Provavelmente não, por isso preferiu investir através da B3.

O que quero explicar é que, existe uma parcela enorme da população que se sente confortável em investir através do seu home broker e isso é bom para todo o mercado. Talvez, em breve, estes mesmos investidores abandonem o ETF e invistam diretamente nas criptos. Mas, hoje, o ETF tem um papel fundamental.

Não sou eu que digo isso. São os números. Veja o volume financeiro que está nestes ETFs. Eles falam por si só. Você deve estar se perguntando. Mas Fabrizio, por qual veículo você investe em cripto?

Eu uso sempre a estratégia MR2. Diversificação dentro da diversificação. Eu invisto tanto através de ETF, quanto por Exchange. Minha preocupação maior não está se o Bitcoin vai se valorizar nas próximas semanas ou se a taxa de administração do ETF impacta ridiculamente meus investimentos. Minha maior preocupação está em como elaborar novos negócios para ganhar mais dinheiro. Nisso que gasto a maior parte do meu tempo.

Viés de confirmação do investidor de Bitcoin

Outro ponto que sempre levanto é o viés de confirmação de quem investe em Bitcoin (BTC). Sempre ouço. Como o Bitcoin é deflacionário, o halving está sendo cada vez mais aceito. E eu concordo com tudo isso. Quando faço a seguinte pergunta, porém, as pessoas ficam sem resposta: Já entendi o que pode dar certo. Mas o que pode dar errado com o Bitcoin?

Quando temos viés de confirmação, olhamos apenas o que pode dar certo e ignoramos os riscos. Vamos atrás de informações que apenas satisfazem o nosso lado emocional daquilo que queremos que aconteça. Quando cai é um movimento de correção normal, mas vai subir. Quando sobe, vai explodir e atingir US$ 1 milhão em pouco tempo. Ou seja, não tem risco. Sempre vai dar tudo certo para os otimistas.

Dificilmente alguém fica rico apenas investindo. Se pegarmos o percentual de pessoas que ficaram ricas com o Bitcoin, em relação a população mundial que investe, veremos um número ridiculamente baixo. Eu ganho dinheiro trabalhando e empreendendo. O investimento apenas potencializam aquilo que ganho destas duas formas. R$ 1 mil multiplicado por 10 é R$ 10 mil. Não resolve a vida de ninguém.

Leia mais sobre o ETF de Bitcoin e assista ao vídeo exclusivo sobre o Elon Musk ter manipulado o mercado:

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos