MGLU3 R$ 25,99 +1,96% DÓLAR R$ 5,47 +0,00% EURO R$ 6,66 +0,03% BBDC4 R$ 25,01 -1,84% ITUB4 R$ 29,27 -2,14% PETR4 R$ 27,09 -1,67% IBOVESPA 117.380,49 pts -0,80% ABEV3 R$ 15,15 -2,95% VALE3 R$ 93,17 -0,20% GGBR4 R$ 25,36 +1,36%
MGLU3 R$ 25,99 +1,96% DÓLAR R$ 5,47 +0,00% EURO R$ 6,66 +0,03% BBDC4 R$ 25,01 -1,84% ITUB4 R$ 29,27 -2,14% PETR4 R$ 27,09 -1,67% IBOVESPA 117.380,49 pts -0,80% ABEV3 R$ 15,15 -2,95% VALE3 R$ 93,17 -0,20% GGBR4 R$ 25,36 +1,36%
Delay: 15 min

Sua viagem cabe no bolso

Formada em jornalismo, com especialização em mídias digitais pela Universidade da Califórnia, Berkeley, Valéria Bretas já passou pelos maiores veículos de comunicação do País e hoje é editora no E-Investidor. Ao longo de sua carreira, também aperfeiçoou técnicas de planejamento financeiro aplicadas em viagens.

Escreve mensalmente, às sextas-feiras.

Instagram: @moneypackers

Valéria Bretas

8 países da América Latina que já abriram as fronteiras para os brasileiros

Em geral, os países exigem que o viajante apresente um exame RT-PCR negativo para covid-19 feito até 72 horas antes do embarque

chile
San José de Maipo, no Chile (Foto: Valéria Bretas)
  • 2020 não foi um ano fácil para a aviação: as companhias aéreas devem encerrar o ano com um prejuízo global de US$ 118,5 bilhões
  • O quadro para as viagens internacionais ainda é instável por conta dos novos surtos da doença em algumas regiões ao redor do mundo
  • A boa notícia é que o turismo na América Latina já esboça alguns sinais de retomada

2020 não foi um ano fácil para os viajantes. Como se uma recessão econômica global não fosse suficiente, a pandemia de coronavírus prendeu as pessoas em casa e barrou qualquer possibilidade de explorar novos países. Os efeitos negativos não foram sentidos apenas pelos passageiros: as companhias aéreas devem encerrar o ano com um prejuízo global de US$ 118,5 bilhões, segundo projeção da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata).

O quadro para as viagens internacionais é instável por conta dos novos surtos da doença em algumas regiões e das medidas de restrição na hora do desembarque. Ainda assim, a ansiedade para fazer as malas é grande.

Uma pesquisa realizada pelo Booking.com com 20,9 mil pessoas de 28 países mostra que 67% dos brasileiros estão animados e sonham em viajar de novo para retomar as experiências ao redor do mundo quando o período de restrições chegar ao fim.

A boa notícia é que o turismo na América Latina já esboça alguns sinais de retomada e há pelo menos 8 destinos que reabriram as fronteiras para os brasileiros, de acordo com dados coletados pela Iata.

Em geral, os países exigem que a pessoa apresente um exame RT-PCR negativo para covid-19 feito até 72 horas antes do embarque. Antes de comprar as passagens, no entanto, os passageiros precisam checar se há novas exigências para ingressar no respectivo país. A Argentina, por exemplo, havia liberado a entrada de passageiros nessas condições, mas decidiu fechar as portas nesta semana e agora só estão liberados os cidadãos e residentes argentinos.

Veja os 8 destinos liberados*:

Paraguai

Há exigência de preencher um formulário com 24 horas de antecedência, ter o exame de covid-19 negativo e não ter passagem pelo Reino Unido nos últimos 14 dias.

Bolívia

A única exigência para os brasileiros é apresentar o teste RT-PCR negativo que tenha sido realizado 3 dias antes do voo. O país não permite a entrada de passageiros que estiveram no Reino Unido nos últimos 14 dias.

Chile

Viajantes com passagem pelo Reino Unido nos últimos 14 dias não estão autorizados a entrar no país até o dia 5 de janeiro de 2021. O governo chileno também exige o preenchimento de uma declaração com 48 horas de antecedência ao embarque e o teste negativo de covid feito três dias antes.

Colômbia

Os voos para o país estão liberados, mas é necessário preencher um formulário de controle migratório 48 horas antes do embarque.

Costa Rica

O trajeto está aberto para dois aeroportos: San Jose (SJO) e Liberia (LIR). Além disso, um formulário de entrada no país deve ser preenchido on-line e apresentado na hora do embarque.

México

Para entrar no México, o viajante precisa apenas preencher um formulário de identificação de riscos. Não há outras exigências.

Guatemala

A Guatemala exige o exame negativo de RT-PCR para covid-19 e pede o preenchimento de um formulário on-line antes do dia de embarque.

República Dominicana

Pessoas que passaram pelo Reino Unido estão proibidas de entrar no País até o dia 10 de janeiro. Para entrar no destino, é necessário completar uma declaração antes do voo e há possibilidade de passar por inspeção médica na hora do desembarque.


*As informações foram coletadas no dia 29 de dezembro de 2020. Clique aqui para checar as atualizações.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos