Publicidade

Criptomoedas

Bitcoin dispara e alcança maior faixa de preço desde 2021

Nas últimas 24h, o BTC apresentou uma alta de 5,62% que ajudou o ativo digital a ser cotado a US$ 51,4 mil

Bitcoin dispara e alcança maior faixa de preço desde 2021
O bitcoin é a maior criptomoeda em valor de mercado (Foto: Envato Elements)

O bitcoin alcançou novamente o patamar dos US$ 50 mil ao apresentar um movimento de valorização significativo nos últimos dias.

Nas últimas 24h, o BTC apresentou uma alta de 5,62% que ajudou o ativo digital a ser cotado a US$ 51,4 mil, a maior faixa de preço desde dezembro de 2021. Ao olhar para a performance dos últimos sete dias, os ganhos chegam a 18,47%. Os avanços também contribuíram para que o bitcoin atingisse um valor de mercado superior a US$ 1 trilhão.

Segundo André Franco, head de research do Mercado Bitcoin, a recente valorização pode ser explicada pela preferência dos investidores pelos ETFs da BlackRock e da Fidelity, ao mesmo tempo em que há um fluxo de saída do ETF da Grayscale devido às suas altas taxas. “Esse movimento está equalizando o fluxo de entrada e saída de ativos, impulsionando ainda mais o preço do Bitcoin”, afirma Franco.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Os analistas de mercado já projetavam um movimento de alta do bitcoin com a aprovação dos ETFs de bitcoin à vista pela Securities and Exchange Commission (SEC) – órgão dos Estados Unidos equivalente à Comissão de Valores Mobiliários brasileira. Na avaliação do mercado, a oferta dos produtos iria tornar um BTC como uma opção de investimento para os investidores institucionais.

Ao todo, 11 pedidos de ETFs foram aprovados pela e hoje são negociados em três bolsa de valores nos Estados Unidos (Nasdaq, NYSE e CBOE). Desse total, o registro mais importante e aguardado pelo mercado era o ETF da BlackRock, maior gestora de ativos e de investimentos do mundo, feito em junho de 2023. Vale lembrar que, apenas nos três primeiros dias de negociação, o ETF movimentou mais de US$ 1,9 bilhão.

O ether, criptomoeda da rede ethereum, também acompanhou o movimento de alta do bitcoin. Nas últimas 24h, o segundo maior ativo em valor de mercado subiu 4,19% e alcançou a cotação de US$ 2,57 mil.

Web Stories

Ver tudo
<
>