EURO R$ 5,15 +0,14% MGLU3 R$ 3,71 -0,54% DÓLAR R$ 4,82 +0,00% BBDC4 R$ 20,18 -1,03% ABEV3 R$ 14,04 -0,92% ITUB4 R$ 25,70 -1,83% IBOVESPA 110.579,81 pts -0,00% PETR4 R$ 32,05 +1,08% GGBR4 R$ 28,91 -0,72% VALE3 R$ 84,30 +0,11%
EURO R$ 5,15 +0,14% MGLU3 R$ 3,71 -0,54% DÓLAR R$ 4,82 +0,00% BBDC4 R$ 20,18 -1,03% ABEV3 R$ 14,04 -0,92% ITUB4 R$ 25,70 -1,83% IBOVESPA 110.579,81 pts -0,00% PETR4 R$ 32,05 +1,08% GGBR4 R$ 28,91 -0,72% VALE3 R$ 84,30 +0,11%
Delay: 15 min
Educação Financeira

CDB: o que são e como investir?

Saiba tudo sobre um dos principais produtos de renda fixa

CDB: o que são e como investir?
Imagem ilustrativa de homem contente com seus investimentos (Foto: Pixabay)
  • CDBs são os famosos títulos de crédito privado emitidos por bancos
  • São considerados investimentos seguros, já que possuem proteção do FGC
  • Abrir a conta em uma corretora é o primeiro passo para investir em CDBs

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título de crédito privado emitido pelos bancos, com o objetivo de financiar atividades. Quando o investidor compra um CDB, se torna credor da instituição financeira e o seu “prêmio” vem em forma de juros no vencimento da aplicação.

A rentabilidade do investimento é superior à poupança e pode variar de acordo com a indexação, o prazo e a instituição financeira que emitiu o CDB. Entretanto, essa forma de aplicação dispõe de dois tipos de rendimento:

  • Prefixado: a taxa de juros anual é definida no momento da compra do papel;
  • Pós-fixado: é atrelado ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), a taxa de juros aplicada nas operações entre bancos cujo valor é muito próximo da taxa básica de juros da economia, a Selic.

Para ficar mais claro o caso dos pós-fixados, imagine que no ano passado você adquiriu um CDB que rende 50% do CDI. A taxa CDI em 2019 fechou em 5,96%. Isso significa que a aplicação teria retorno de 2,98% ao final do ano.

A aplicação é considerada de baixo-risco, já que tem a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que assegura o patrimônio do investidor até o valor de 250 mil reais em caso de falência do banco emissor. Entretanto, existe risco atrelado a ele, já que os bancos estão sujeitos à falência e o FGC pode demorar alguns meses para retornar o dinheiro.

Como investir em CDB?

Investir em um CDB é um processo bem simples. A seguir, veja os três passos principais para iniciar a aplicação:

  1. Abra uma conta em uma corretora de valores ou em um banco: você vai precisar de um intermediário para investir nos CDBs. Os bancos oferecem a aplicação, mas nas corretoras você poderá ter acesso a uma variedade maior.
  2. Descubra seu perfil de investidor e entenda as suas necessidades: o autoconhecimento é fundamental para escolher qual CDB é ideal para a sua situação financeira. Por exemplo, se você está pensando em fazer uma viagem daqui a três anos, quer dizer que não precisa de CDB com liquidez diária.
  3. Escolha o CDB que mais combine com você e aplique seu dinheiro: agora que você já entende seu perfil de investidor e situação financeira, assim como as características dos títulos, é hora de investir!

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos