Educação Financeira

Aprenda a utilizar o ChatGPT para organizar sua vida financeira

As respostas, ainda que possam ser precisas, podem não atingir todas as individualidades

Aprenda a utilizar o ChatGPT para organizar sua vida financeira
Inteligência artificial, como o ChatGPT, é aposta do setor de tecnologia para os próximos anos. Foto: Peter Morgan/AP
  • A plataforma foi ensinada com mais de um bilhão de parâmetros, o que faz dela uma ferramenta potencializada para diversas áreas
  • Vale ressaltar que a plataforma não substitui a necessidade de orientações recebidas por profissionais como os planejadores financeiros e analistas de investimento

O ChatGPT, plataforma que utiliza inteligência artificial, pode ser um aliado para auxiliar nas finanças pessoais. Utilizando um modelo de linguagem natural, a ferramenta tem a capacidade de gerar respostas didáticas e precisas. Assim, com instruções bem estabelecidas, é possível descobrir diferentes formas para controlar dívidas e poupar dinheiro.

A plataforma foi ensinada com mais de um bilhão de parâmetros, o que faz dela uma ferramenta potencializada para diversas áreas. “O ChatGPT tem toda história econômica da humanidade, incluindo livros de especialista, o mercado financeiro, todos métodos e ferramentas conhecidas”, explica Marcello Nicolielo, head de Digital da Hub Mídia.

Antes de tudo, é preciso compreender o funcionamento da tecnologia. Como o chat depende da descrição de solicitações por parte do usuário, há a necessidade de atenção sobre diferentes parâmetros, incluindo o tipo de linguagem. “Você pode pedir que ele se comporte como seu professor de educação financeira, por exemplo”, explica Nicolielo.

Publicidade

Conteúdos e análises exclusivas para ajudar você a investir. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

O planejador financeiro Marlon Glaciano, sócio da Marlon Glaciano Finanças e Seguros, diz que o grande trunfo do ChatGPT para as finanças é justamente a facilidade que o usuário tem de ser entendido e a didática oferecida nas respostas. “O importante é começar com uma pergunta simples e ir aprimorando como se estivesse criando uma jornada”, orienta.

Apesar de aliada, vale ressaltar que a plataforma não substitui a necessidade de orientações recebidas por profissionais como os planejadores financeiros e analistas de investimento.

Como utilizar?

As primeiras perguntas podem ser utilizadas como um treinamento para que você possa entender o funcionamento. Lembre-se que a plataforma irá compreender os comandos de diferentes formas, tanto em formato de pergunta quanto em formato de solicitação:

Exemplos de solicitações simples

Aprimorando o uso

Depois de entender a lógica de funcionamento, é possível aprimorar a formulação das perguntas. Para respostas mais personalizadas é necessário incluir questões específicas da sua realidade.

“A engrenagem interna do ChatGPT executa o que chamamos de aprendizado de máquina. Ele vai entendendo melhor o perfil da pessoa e encontrando soluções e respostas mais adequadas para a dúvida ou pedido de ajuda”, destaca Glaciano.

Para entender os tipos de comando possíveis, Nicolielo faz uma divisão em três diferentes categorias:

  • Comando simples: Qual é a diferença entre gastar e economizar dinheiro?
  • Comando mediano: Como posso equilibrar meus gastos entre coisas que são necessárias, como contas e alimentação, e coisas que são desejadas, como roupas e hobbies?
  • Comando expert: Discuta os benefícios e riscos de investir em ações versus investir em títulos, incluindo a volatilidade do mercado de ações e as taxas de juros dos títulos.

“Aprendendo essa lógica de prompts de comando, é só contextualizar de acordo com sua necessidade, o ChatGPT pode se comportar como qual profissional imaginar e receber as direções segundo suas necessidades”, aponta Nicolielo.

Publicidade

Ideais de perguntas: 

  • Orçamento: Ensine como criar um orçamento e a importância de viver dentro de suas possibilidades financeiras.
  • Investimentos: Ensine os conceitos básicos de investimento, como as diferenças entre ações, títulos e fundos mútuos, e como avaliar o risco e o retorno potencial.
  • Dívida: Ensine sobre diferentes tipos de dívida, como empréstimos estudantis, hipotecas e cartões de crédito, e como gerenciar a dívida de forma eficaz.
  • Impostos: Ensine sobre como funcionam os impostos e como os indivíduos podem maximizar suas deduções fiscais e minimizar sua carga tributária.

Limitações

As respostas, ainda que possam ser precisas do ponto de vista técnico, podem não atingir todas as individualidades. “Organização financeira não se resume a seguir um plano pré-determinado e fazer contas. É importante contar com um planejador financeiro que compreenda os aspectos humanos e possa traçar estratégias personalizadas”, explica o planejador Glaciano.

Do ponto de vista técnico, o ChatGPT foi treinado com informações de fatos ocorridos até 2021. Dessa forma, ainda não consegue avaliar questões que surgiram nos últimos dois anos.

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos