Publicidade

Investimentos

Carteira de FIIs do Itaú BBA superou Ifix em 2023; veja recomendações para janeiro

Para 2024, o banco retirou do portfólio o Vinci Logística (VILG11) e adicionou o XP Malls (XPML11)

Carteira de FIIs do Itaú BBA superou Ifix em 2023; veja recomendações para janeiro
FII é a sigla para Fundo de Investimento Imobiliário. (Foto: Envato Elements)

Os fundos de investimento imobiliários têm muitas vantagens, entre elas a isenção de imposto de renda e o pagamento de dividendos. Em 2023, o índice que mede o desempenho do setor (Ifix) avançou 15,5%.

O investidor pode escolher os fundos por conta própria ou optar por uma carteira recomendada de bancos e corretoras para aumentar sua rentabilidade. A do Itaú BBA, por exemplo, registrou retorno de 21% no ano passado.

Para 2024, o Itaú BBA retirou do portfólio o Vinci Logística (VILG11) e adicionou o XP Malls (XPML11) em seu lugar, com 7,5% da carteira. Segundo o banco, a inclusão do XPML11, que tem um dos melhores portfólios de shopping centers do mercado, tem como objetivo reduzir o risco de vacância da carteira e aumentar o retorno já no curto prazo.

Publicidade

Invista em oportunidades que combinam com seus objetivos. Faça seu cadastro na Ágora Investimentos

“Com a alteração, nossa exposição consolidada aos galpões logísticos ficará mais próxima ao peso que o setor tem dentro do Ifix, ao mesmo tempo que ficaremos mais expostos ao setor de shopping centers, que vem apresentando números sólidos e endereçando seus principais problemas ao longo dos últimos meses”, apontou o banco em relatório.

Apesar da troca, o banco manteve a recomendação de compra do VILG11 relatório setorial de galpões logísticos. O relatório pondera que as perspectivas de curto prazo são “complicadas” para o fundo, que teve performances mensais ruins recentemente e está com alta taxa de vacância.

De modo geral, no entanto, o Itaú BBA aponta que o portfólio do fundo “continua apresentando qualidade e boas localizações, além de um potencial de valorização para o longo prazo”.

O banco também destacou que tem perspectiva otimista para o mercado imobiliário no médio e longo prazo. “Mesmo considerando o atual patamar da taxa de juros, avaliamos que os fundos imobiliários continuarão com uma boa relação de risco-retorno em comparação a outras classes de ativos. No entanto, incertezas em relação ao cenário político, além dos riscos fiscais brasileiros, podem trazer volatilidade no curto prazo. Precisamos acompanhar de perto o movimento na curva longa de juros, que vem ditando o ritmo do mercado.”

Confira os fundos recomendados pelo Itaú BBA para janeiro:

Fundo Código Peso
CSHG Renda Urbana HGRU11 7,50%
HSI Malls HSML11 7,50%
XP Malls XPML11 7,50%
Bresco Logística BRCO11 7,50%
VBI Log LVBI11 7,50%
Kinea Renda Imobiliária KNRI11 7,50%
VBI Prime Properties PVBI11 7,50%
RBR Properties RBRP11 7,50%
Kinea Índice de Preços KNIP11 10%
CSHG Recebíveis Imobiliários HGCR11 10%
Kinea High Yield KNHY11 10%
Kinea Rendimentos Imobiliários KNCR11 10%

Publicidade

Web Stories

Ver tudo
<
>