DÓLAR R$ 5,65 -0,68% EURO R$ 6,73 -0,54% ITUB4 R$ 26,90 +0,98% MGLU3 R$ 21,76 +0,42% BBDC4 R$ 25,35 +0,60% PETR4 R$ 23,87 +0,93% ABEV3 R$ 15,43 +0,46% IBOVESPA 118.404,35 pts +0,62% GGBR4 R$ 31,07 -0,16% VALE3 R$ 103,02 +0,02%
DÓLAR R$ 5,65 -0,68% EURO R$ 6,73 -0,54% ITUB4 R$ 26,90 +0,98% MGLU3 R$ 21,76 +0,42% BBDC4 R$ 25,35 +0,60% PETR4 R$ 23,87 +0,93% ABEV3 R$ 15,43 +0,46% IBOVESPA 118.404,35 pts +0,62% GGBR4 R$ 31,07 -0,16% VALE3 R$ 103,02 +0,02%
Delay: 15 min
Mercado

Abertura de Mercado: Orçamento 2021 segue no radar dos investidores

Tela com números e gráficos de bolsa de valores
Foto: Lucas Jackson/ Reuters (Foto: Lucas Jackson/ Reuters)

Nesta manhã de quarta-feira, os índices futuros em Nova York e as principais bolsas europeias operam no campo positivo, reagindo ao recuo dos juros dos Treasuries e à divulgação de PMIs melhores que o esperado na Alemanha, Zona do Euro e Reino Unido.

Além disso, o presidente dos EUA, antecipou ontem a data para que todos os adultos do país tenham disponíveis vacinas contra o coronavírus, de 1o de maio para 19 de abril, sinalizando que os esforços de imunização continuam progredindo.

Os investidores devem ficar de olho também na ata da última reunião de política monetária do Fed, que deve trazer comentários sobre a inflação dos EUA e a recente elevação nos retornos dos Treasuries. Os contratos futuros do petróleo operam em alta moderada nesta manhã, após o American Petroleum Institute (API) estimar no fim da tarde de ontem que o volume de petróleo bruto estocado nos EUA teve queda de 2,6 milhões de barris na última semana.

Aqui no Brasil, vários indicadores locais de março, como o IGP-DI, devem dividir as atenções também com o leilão de concessão de 22 aeroportos, que tem potencial de atração de investimentos para o setor de pelo menos R$ 6 bilhões.

Apesar do exterior positivo, os ativos locais podem ficar instáveis, diante do impasse sobre o Orçamento de 2021 e avanço da pandemia, com perspectivas de que o País pode chegar a 5 mil mortes diárias pelo novo coronavírus ainda em abril, segundo especialistas.

Agenda econômica 07/04

BRASIL: Estão previstos os dados de março de produção  de veículos da Anfavea, às 10h, além do fluxo cambial de março e o IBC-BR, às 14h30. Mais cedo, saiu o IGP-DI que avançou 2,17% em março, ante 2,71% em fevereiro.


EUA: O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) divulga a ata da mais recente reunião de política monetária, às 15h. Além disso, prossegue a reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) com entrevistas coletivas da diretora-gerente do Fundo, Kristalina Georgieva (11h45), e do presidente do Banco Mundial, David Malpass (12h30).

EUROPA: O índice de gerentes de compras de serviços do Reino Unido subiu de 49,5 em fevereiro para 56,3 em março. O resultado, porém, ficou abaixo da leitura preliminar de março, de 56,8, e da previsão de analistas de 57.

O PMI composto da zona do euro, subiu de 48,8 em fevereiro para 53,2 em março, atingindo o maior patamar desde julho de 2020, ficando acima da leitura prévia de março e da previsão de analistas de 52,5. O PMI composto da Alemanha, subiu de 51,1 em fevereiro para 57,3 em março, atingindo o maior patamar em mais de três anos. O resultado acima de 50 não apenas confirmou que a maior economia da Europa está se expandindo em ritmo mais forte, como veio acima da estimativa prévia de março, de 56,8.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos