EURO R$ 6,23 +0,02% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% PETR4 R$ 26,84 +4,06% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
EURO R$ 6,23 +0,02% DÓLAR R$ 5,30 +0,00% ITUB4 R$ 28,71 +3,75% MGLU3 R$ 15,87 -3,30% ABEV3 R$ 15,88 +0,51% IBOVESPA 114.064,36 pts +1,59% BBDC4 R$ 20,72 +4,59% PETR4 R$ 26,84 +4,06% GGBR4 R$ 27,00 +5,83% VALE3 R$ 78,91 -0,35%
Delay: 15 min
Mercado

O que esperar das ações da Amazon com a saída de Jeff Bezos

Ex-CEO deixa o comando da companhia após 27 anos

Jeff Bezos na Índia
A fortuna de Jeff Bezos, da Amazon, é estimada em US$ 181 bilhões (Foto: Anushree Fadnavis/ Reuters)
  • Nesta segunda-feira (5), após 27 anos no comando da Amazon, o mandato de Jeff Bezos terminou. Em seu lugar vem Andy Jassy, CEO da Amazon Web Services
  • O motivo da saída de Bezos seria a intenção do empresário em focar sua atenção e esforços para novos projetos
  • Gustavo Cruz, estrategista da RB Investimentos, afirma que as ações não deverão ter impacto no curto prazo, pois Bezos ainda vai participar de várias decisões da empresa como presidente do Conselho

É o fim de uma era. Nesta segunda-feira (5), após 27 anos no comando da Amazon, o mandato de Jeff Bezos terminou. Em seu lugar vem Andy Jassy, CEO da Amazon Web Services.

A troca no comando não é nenhuma novidade, pois já estava anunciada desde o dia 3 de fevereiro, quando Bezos enviou uma carta aos funcionários da Amazon explicando que deixaria o comando da companhia, mas que continuaria no conselho administrativo.

O motivo da saída de Bezos seria a intenção do empresário em focar sua atenção e esforços para novos projetos, como Day 1 Fund – programa social que ajuda famílias sem moradia e promove a educação em bairros de baixa renda – e o Earth Fund, que visa a transição para fontes de energia limpas e o acesso de qualidade à água, ar e terra.

Na ocasião, o mercado não recebeu bem a notícia da saída de Bezos. Nesse dia, as BDRs da Amazon (AMZO34) abriram o pregão negociadas a R$ 118 e encerraram cotadas a R$ 113,50, o que representa uma queda de 3,81%.

O movimento nas ações negociadas na Nasdaq também foi similar ao registrado no Brasil. No pregão do dia 3 de fevereiro, as ações da Amazon (AMZO) abriram o dia negociadas a US$ 3.425,01 e encerraram cotadas a US$ 3.312,53, o equivalente a uma queda de 3,28%.

Entretanto, grande parte das perdas com a notícia já foram recuperadas. As ações da companhia vêm registrando alta de 5,99% desde o anúncio até esta sexta-feira (2). No mesmo período, as BDRs acumulam queda de 0,35%.

Nesta segunda-feira (5), as BDRs da Amazon fecharam o dia em queda de 0,31%, cotadas a R$ 112,60.

Segundo Anderson Meneses, CEO da Alkin Research, como a saída já tinha sido anunciada há algum tempo, esse fato já foi precificado pelo mercado. “Não vejo a saída do Bezos como algo ruim, porque a Amazon é uma empresa com mais de um milhão de pessoas empregadas, ou seja, tem outras lideranças que certamente tem um poder maior de fazer a companhia andar, do que as próprias decisões do Bezos”, diz

Bezos e a Amazon

O dia de 5 de julho marca um momento muito especial na história da Amazon. Foi nesse dia, em 1994, que a companhia foi fundada. Originalmente, a empresa foi montada para vender livros pela internet na própria garagem de Bezos, que dizia só precisar de um pequeno espaço para armazenar o estoque.

Três anos depois, em 1997, a Amazon realizou seu IPO na Nasdaq e suas ações começaram a ser negociadas por US$ 18,00. Com a oferta pública, a companhia levantou cerca de US$ 54 milhões, alcançando um valuation de US$ 438 milhões.

Em 1999, Bezos foi eleito a pessoa do ano pela revista Time. No mesmo ano, a Amazon adicionou leilões ao site, e também começou a vender outros tipos de produtos, como eletroeletrônicos, videogames, softwares e muito mais.

Mas Bezos queria ir além do varejo e já considerava a Amazon como uma empresa de tecnologia. Para reforçar sua afirmação, a companhia lançou, em 2002, a Amazon Web Services (AWS), que inicialmente oferecia dados sobre padrões de tráfego na internet, entre outros serviços.

O que esperar das ações?

Bezos deixa a Amazon como o maior dentre os bilionários do mundo. segundo o ranking da Bloomberg, a fortuna do ex-CEO é avaliada em US$ 203 bilhões, cerca de US$ 17 bilhões a mais que o segundo colocado, Elon Musk.

Segundo Alberto Amparo, analista de investimentos da Suno Research, Steve Jobs dizia que “grandes coisas em uma companhia nunca são feitas por um indivíduo, e sim por um time de pessoas”. Por isso, ao olharmos para os 1,3 milhão de funcionários que a companhia possui, é normal achar que a empresa tem um time bem capaz de tocar o barco.

Amparo explica que os fundamentos para o longo prazo não se alteram. “A Amazon é um império, com muitos funcionários e mentes inteligentes lá dentro. E o que vemos daqui de fora é que Bezos é o mais famoso, mas que isso não deve impactar em absolutamente nada a capacidade da empresa de gerar dinheiro no longo prazo, que é o que realmente importa do ponto de vista do investidor”, diz.

Já para Gustavo Cruz, estrategista da RB Investimentos, as ações não deverão ter impacto no curto prazo, pois Bezos ainda vai participar de várias decisões da empresa como presidente do Conselho, mas que é preciso atenção, porque é sempre delicado quando temos um fundador que se afasta um pouco dos negócios. “Especificamente sobre a troca de comando, foi uma mudança bem feita e planejada. É melhor que seja assim, do que como em outras empresas, em que tivemos desfechos negativos e brigas no conselho. Isso sim é problemático”, diz Cruz.

Mas não pense que apenas por ter deixado o comando da Amazon os sonhos de Bezos acabaram. Outra das grandes ambições de empresário é a Blue Origin, empresa concorrente da SpaceX na exploração espacial, que inclusive tem a sua primeira viagem tripulada ao espaço marcada para o dia 20 de junho. Além do executivo, farão parte da missão seu irmão Mark Bezos e o astronauta Wally Funk.

Invista com TAXA ZERO de corretagem por 3 meses. Abra sua conta na Ágora Investimentos

Informe seu e-mail

Faça com que esse conteúdo ajude mais investidores. Compartilhe com os seus contatos